Implante é “Carro”?


“Se não , vejamos … ” – como diria o dublador do Homer Simpson, ou Pedro Bial apresentando o BBB … Vamos falar de implante.

Tratamento Odontológico não é caro. Sim, é isso mesmo. Tratamento Odontológico não é caro. O que estão desvirtuadas são as prioridades das pessoas. Vamos aos argumentos:

Imaginem um paciente desdentado total. Se realizarmos um protocolo superior e um inferior (próteses fixas sobre implantes) e reabilitarmos toda a mastigação e a estética deste paciente sem dentes, cobraríamos em torno de R$ 25.000,00 a R$ 30.000,00, por baixo. Estou correto? Dependendo do planejamento, algo um pouco mais caro ou mais barato.

Ah não. Eu quero mesmo usar esse dinheiro para comprar um carro. Vamos à concessionária e saímos de lá com um carro popular zero quilômetro, neste mesmo valor acima – de 25.000,00 a 30.000,00. Ao sair da concessionária, o carro desvaloriza cerca de 20%. O seguro do carro neste valor custa algo em torno de R$ 1.000,00 por ano. Para fazer a manutenção, você vai gastar mais alguns R$ 300,00 por ano se fizer a revisão mais básica. Some ainda gastos com gasolina e lavagem do carro. Ter um carro é caríssimo! Fora IPVA, seguro obrigatório e aqui em São Paulo você ainda paga para ver se seu carro não está poluindo a cidade.

Um carro vai te dar uma possibilidade de conforto, mas dependendo da distância entre a sua casa e seu trabalho e, também, dependendo do seu trabalho, ele não é indispensável. Você consegue viver sem um carro. Muita gente vive. E se você for vender esse carro, depois de 3 anos, vai vender por metade do valor pago ou menos.

E se você resolver usar essa grana para reabilitar sua boca toda? Você faz dois protocolos – um superior e um inferior e tem sua mordida de volta. Você pode sorrir sem esconder os dentes. Vai voltar a falar e respirar melhor. Pode mastigar melhor. Seus implantes não desvalorizam. Para fazer a manutenção você vai passar pelo dentista no máximo duas vezes por ano e gastar os mesmos R$ 300,00 de manutenção do carro, no primeiro ano. A durabilidade do trabalho é bem longa. Em média, de 10 a 15 anos. Se bem cuidado, dura bem mais. Se precisar trocar um dia, você troca a prótese que é aparafusada sobre os implantes e vai pagar metade do valor. Você acha caro? É o preço e custa bem menos do que um carro, levando-se em conta a durabilidade e os benefícios que cada um traz para você.

Nestes momentos, a gente vê as prioridades das pessoas. Quanta gente sem dente anda de carro por aí? E olha que o valor que estou falando acima é de uma reabilitação total! Estamos falando da sua saúde! Da sua boca que você usa para se comunicar, para respirar, para comer e para sobreviver. Estamos falando do seu sorriso, de uma parte do seu rosto e do seu corpo.

Ah, e você consegue viver sem dentes. Muita gente vive. Vive muito mal. Coitados dos que tem que viver sem dentes e sem o carro, por falta de condições financeiras…

Um Abraço,

Equipe Dicas Odonto

17 Responses to Implante é “Carro”?

  1. Dr. Filipe Diniz says:

    Perfeito!!!
    será que posso copiar e colocar numa nota no jornal?
    (só depois que ei fizer especialização em implantodontia claro) hehehe

  2. Kellen says:

    Parabéns pelo post!
    Muito boa comparação.
    Bj

  3. Adorei o post e a colocação sobre as prioridades das pessoas.
    Acho que cabe a nós dentistas valorizarmos nossa profissão e mostrar para a sociedade
    que não somos só os mutiladores de dente e sim provedores de saúde e bem estar!

    Parabéns!!
    Bjs
    Lili

  4. JULIO CESAR says:

    Mês passado,um rapaz chegou no consultorio com o 11 fraturado.Falei que precisava tratar o canal e colocar um nmf e coroa total,mas que ele já iria sair com um provisorio.Dei o preço e ele falou que era muito caro,que não tinha condições e tal.Sexta,por um acaso em frente tem uma loja CEM,vejo ele colocando no carro uma tv led de 42″.
    Perguntei_E dente quebrado?Resposta_Fui num dentista muito BÃO que me fez esta pereca lindona por cenzão!!!

  5. Patrícia Azevedo Gil says:

    Ótima analogia!
    É a tão famosa INVERSÃO DE VALORES!
    Do que adiantará um carro e seus acessórios modernos se os edêntulos não poderão sorrir p os transeuntes?Não dará nem para “tirar uma onda”!
    Saúde bucal tão desvalorizada e tão intimamente relacionada com tantos males do nosso corpo!Uma pena!Continuamos na batalha para inverter este lamentável quadro!

  6. Ja vi paciente deixar de pagar por um tratamento ondotológico porque ainda estava pagando as parcelas de um par de tenis e um aparelho de som que ele tinha comprado….prioridades né !

  7. Alvin Tomm says:

    Excelente post!
    E excelentes comentários!
    Infelizmente a população vê o Dentista como um “arrancador de dentes”. Doeu, vai lá e tira… Não importa se depois faz uma total que dança na boca…
    Além disto, enquanto os nossos colegas médicos não aprenderem na graduação que dente (e consequentemente o Dentista) é importante pra sáude geral, a população não vai mudar, vai continuar elegendo outras prioridades…
    mas isso é uma longa conversa e uma grande utopia… e assim vamos

    grande abraço

  8. Miriam says:

    Quando mais jovem tive a infelicidade de me ter os meus 3 dentes tratados com uma Doutora, ela me indicou que todos tinham que fazer canal, paguei todas as parcelas não atrazei nadinha, depois de agumas semanas meus dentes doiam demais, voltei na Doutora e reclamei, ela não conseguia mais abrir o canal disse que não tinha material suficiente para o que ela mesma tinha posto para fecha-lo, pediu para que eu voltasse na proxima semana, voltei pior do que eu estava, ela só me enrolando, dando remedios e coisa e tal, chateada com a situação fui em um outro dentista, e para a minha surpresa já tinha perdido todos os dentes, chorei muito fiquei muito triste, na epoca não havia o chamado implante e tudo era muito caro, eu era solteira porém ganhava pouco, tinha que pagar aluguel e despezas, depois que me casei tive meus filhos e perdi mais 2 por desimprego e falta de dinheiro mesmo. Muitas pessoas na vida passam por dificuldades e precisam pagar contas necessarias para viver, muitos querem fazer mas não tem a oportunidade para isso. Voltando aos Dentistas não generalizo porque depois de algum abriram´se as portas para o convenio dentario e tratei todos os meus dentes da parte inferior que 4 eram canais com uma dentista maravilhosa, Pretendo buscar o implante dos 5 superiores irei fazer cotações e parcelamentos uma forma de me livrar desse mal estar. Para as pessoas que no podem fazer agora, tenham paciencia que o dia chega, como o meu esta chegando, tenho 43 anos e só agora vou conseguir fazer, mas não porque quiz, mas por falta de condições mesmo. Então dentistas não generalizem cada caso e um caso, hoje trabalho tenho um negocio proprio meus filhos já crescidos a coisa muda um pouco, mas não tanto porque só hoje meu marido esta conseguindo fazer uma faculdade de engenharia para melhorar de vida, ele está dando prioridade na faculdade,confesso que os dentes dele não esta nada legal, O Convenio que a Empresa dispõe hoje e ruim muito ruim, a dentista que tratava dos dentes da familia parou de antender pelo convenio e agora ficamos perdidos. Já fui em 3 dentistas do convenio, um fez a mesma coisa tratou um canal da minha filha o ultimo dente e ela perdeu por incompetencia do dentista, lamentavel . Quando olho para tudo que vivi la atraz, penso como eu conseguia viver com tão pouco, hoje ainda estamos na batalha. Espero que todos os dentistas bons continuem se dedicando a sua Profissão com cuidado e amor e para os que fazem este mal para as pessoas que mudem de Profissão, e pensem bem quando forem fazer qualquer procedimento. Abraços a todos os Dentistas Profissionais

  9. carlos says:

    aS mídias publicitárias dos grupos automotivos são muito mais fortes que quaisquer propagandas dos CRO’s , APCD’s etc. Enquanto ficarmos isolados tentando “matar” nossos colegas, iremos continuar como na situação acima.

  10. Pingback: Segundo jornalista, Dentista deveria trabalhar de graça | DicasOdontoDicasOdonto

  11. Pingback: Quanto vale um dente? - DicasOdontoDicasOdonto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*