Atendimento de Gestantes


Eu ainda não sei porque existe um grande tabu para o atendimento das pacientes gestantes. As futuras mamães DEVEM ser atendidas e fazer um acompanhamento odontológico durante a gestação. De preferência, faça o atendimento no trimestre do meio – dos 3 meses aos 6 meses. Qualquer procedimento que não seja de urgência (dor) ou uma profilaxia dental com aplicação de flúor e clorexidina,  deve ser evitado e deixado para depois do nascimento do bebê.

1- “Fale com seu médico … Eu falaria.”

Vamos seguir a célebre frase do rei Pelé na antiga propaganda do Viagra – entre em contato com o(a) médico(a) ginecologista que acompanha a paciente, se necessário. Qualquer dúvida em relação à medicações, histórico médico, uso de anestesia local em caso de urgência, se você pode ou não tirar uma radiografia. Aqui, você não vai pedir “autorização” para o(a) médico(a). Envie uma carta pedindo “AVALIAÇÃO” da paciente para tal procedimento, ou para administração de tal remédio.

2 – Tudo diferente – Hormônios!!!

“É de observação generalizada o aumento da inflamação gengival durante a gravidez, a partir do primeiro trimestre, coincidindo com a produção máxima de gonadotrofinas e, mais tarde, com a ascensão nos teores de estrogênios e de progesterona. A gestação aumenta a gravidade da reação inflamatória gengival, mas não a inicia ou deflagra. Boa higiene bucal e mucosa sadia, ao iniciar a prenhez, asseguram a higidez do periodonto e, conseqüentemente, dos próprios dentes. (REZENDE, 2005)

Então, o que custa fazer uma bela profilaxia com taça de borracha, pasta profilática, fio dental e escova de Robson + aplicação de fluor no início da gravidez? Pegar o espelho e ver se a paciente está escovando os dentes corretamente? Prevenção, meus queridos! Ainda mais, sabendo que a mulher está comendo por dois e muitas vezes fora de hora, não mais fazendo  3 refeições distintas.

3 – “A cada gravidez se perde um dente

Talvez na época de nossas avós. Até remete à época das nossas mães. Hoje em dia, essa frase é inaceitável. Está certo que a gravidez pode deixar a paciente mais susceptível a doenças bucais, mas temos que ensinar e orientar a paciente a redobrar o cuidado com a higiene oral.

4 – Que remédio pode?

Sabemos que a gestante deve evitar a ingestão de medicamentos ao máximo. Nos casos de dor, o analgésico usado é o Paracetamol (se a paciente não tiver alergia). Em caso de infecção por qualquer tipo de abcesso, a paciente deve tomar um antibiótico. Caso ela não seja alérgica, a Amoxicilina 500mg é o fármaco de eleição. Os Anti-inflamatórios não são indicados. Mesmo assim, na dúvida, volte ao item 1 – ligue para o(a) médico(a). ATENÇÃO: Nunca tome medicamento sem prescrição médica ou do dentista!

5 – E anestesia local, pode?

Eu duvido que você vá fazer uma abertura dental em caso de pulpite, sem anestesia. Anestesia pode sim, apenas em casos de urgência. Devem-se evitar os vasoconstritores, principalmente a Felipressina (Octapressin), por ter como um dos efeitos colaterais a movimentação uterina. Então aquele Citanest que você usa para seu paciente diabético está proibido para gestantes. Não se esqueça também de economizar nos tubetes. Quanto menos, melhor.

6 – Bebês mutantes por culpa do dentista???

Realmente, fazer uma tomada radiográfica numa paciente grávida é a última coisa que você vai pensar em fazer. Porém, o diagnóstico entre realizar ou não uma endodontia pode depender dessa radiografia. Volte, novamente ao item 1. Alguns médicos dizem que não há problema nenhum, pois a exposição é muito pequena. Assegure-se de colocar o colete de chumbo sobre o ventre da gestante. Use 2 coletes protetores, um sobre o outro, por via das dúvidas, com aval do médico, sempre!

Na dúvida – vá na raça. Sério! Não radiografe, anestesie a paciente e vá removendo a lesão de cárie devagar, com brocas de baixa rotação e veja clinicamente se há exposição pulpar. Faça o que fizer, atenda a paciente, tire o seu desconforto. Tomar remédio não resolve, na maioria dos casos de pulpite. O pior que pode acontecer com uma gestante é ela passar o dia morrendo de dor de dente, pulando para lá e para cá entre dentistas que acham que a mulher vai explodir em suas cadeiras e na verdade morrem de medo de mexer no problema. Se você se acha incapaz de atender uma gestante, ok. Indique. Indique para alguém que você tem certeza que vai ajudá-la. 

O que não pode é deixar a gestante ao léu, traumatizada de dor e achando que os dentistas não servem para nada. Para você pensar, doutor:

O que é pior? – Aguentar uma dor de dente terrível por 9 meses ou passar no dentista, aplicar um ou dois tubetes de anestesia e resolver o problema da dor de vez, até que se possa mexer devidamente no dente? E se fosse você ou sua esposa? O que você faria?

LEIA MAIS – DESMISTIFICANDO O ATENDIMENTO DE GESTANTES

Um Abraço,

Equipe Dicas Odonto

36 respostas a Atendimento de Gestantes

  1. JULIO CESAR disse:

    O problema Luiz não é a gravidez em si,mas pacientes gravidas que mentem na anamnese,achando que o dentista está com “frescura”.Já passei por um apuro destes quando atendia plano:a paciente escondeu que a gravidez era de risco e tive que sair correndo com ela.Não aconteceu nada,mas perdi uma tarde inteira no hospital esperando que o médico desse alta,com a mãe dela me ameaçando de processo e etc.

    • dicasodonto disse:

      Ah, claro! Sempre tem o outro lado da moeda. Se ela mentiu na Anamnese, você está amparado e o problema é dela. Temos que segurar algumas broncas de vez em quando. O que se pode fazer é colocar um pouquinho de medo na paciente, dando ênfase à algumas perguntas chave da anamnese, quando for uma paciente gestante. :)

  2. JULIO CESAR disse:

    Concordo plenamente .Mas até vc conseguir provar alguma coisa,já jogaram o teu nome na lama,principalmente com a nossa imprensa sensacionalista e irresponsável,salvo raras excessões.Por isto,acredito que por mais difícil que seja, o melhor é dizer não e tentar encaminhar a paciente.

  3. Hugo disse:

    Muito interessante sua publicação, parabéns. Só uma dúvida, na faculdade aprendi que o melhor anestesico para ser usado é lidocaína com vaso, pois a mepi s/ vaso fica mais tempo no metabolismo e blá blá blá como todo mundo já sabe. Qual é de sua preferencia?

    • dicasodonto disse:

      Obrigado, Hugo. Eu uso Lidocaína 2% com adrenalina ou peço por avaliação médica – aí eu uso o que o médico pedir (geralmente eles pedem para apenas aplicarmos anestésicos sem vasoconstritor e nem nos especificam o sal anestésico). O que deve-se evitar é a prilocaína com Octapressin (felipressina) – também conhecido como Citanest. Há estudos que mostram que o Octapressin (em grandes quantidades) pode causar contrações uterinas. A Mepivacaína e a Prilocaína podem ser tóxicas para o feto se administradas perto do final da gestação. Tudo isso baseado em literatura, ok? Boa sorte.

  4. Gésica Potratz disse:

    tenho dor de dente .estou gravida de 5 mesês,tomo paracetamol,so alivia mais volta rapidamente,ai faço compressa gelada da uma aliviada,mais ataca mais a noite,não durmo mais me ajude..

    • dicasodonto disse:

      Procure um dentista para que ele possa avaliar o seu caso. Não tome remédios por conta própria. Não tenho como ajudá-la via Internet. Boa sorte.

  5. Pingback: A cárie | DicasOdonto

  6. Marjo disse:

    Muito bom teu post! Vou linkar no meu do Odontodivas ;)

  7. simone s. p. machado disse:

    Estou na 25ª semana de gestação e fui obrigada a fazer um procedimento de emergência de canal no 3º molar direito inferior. Minha dentista me explicou que eu poderia conversar com meu GO sobre o anestesico que iria utilizar, Lidocaina 3%. O meu medico disse que sem problemas, desde que não tivesse vasoconstritor. Só que essa tal lidocaina 3% tem vasoconstritor e mesmo assim ela o usou em mim. Eu não tive contrações, nem nada..o bebe mexia bastante, antes, durante e depois do tratamento..Mas Afinal de contas…Lidocaína 3% pode ou não pode ser usado em gestantes?

    • dicasodonto disse:

      Tudo isso depende, Simone. Não há uma proibição do uso deste anestésico em gestantes. O dentista geralmente segue o orientação do médico, mas veja o seguinte: anestésico sem vasoconstritor tem seu tempo de ação muito diminuído. Isso quer dizer que a anestesia que deveria durar 2 horas, dura apenas 15 ou 20 minutos e não bloqueia a dor muito bem. Imagina fazer uma urgência de canal super dolorida com um anestésico que dura pouco e bloqueia mal a dor. Você não acha que ficaria mais nervosa ainda? Com o bebê se mexendo mais ainda? Eu acho que cada profissional dentista deve saber o que faz e ter autonomia para usar o anestésico que achar prudente. Eu gosto de seguir a recomendação do médico de cada paciente, mas em casos de grande urgência, onde não havia uma carta do médico, eu já usei anestésico com vasoconstritor. Existe um tipo de vasoconstritor que não se deve usar em gestantes, pois ele tem relatos de causar contrações uterinas. Esse vasoconstritor é a Felipressina (ou Octapressim), encontrada nos anestésicos CITANEST (mais indicados para serem usados em diabéticos). Esse é realmente contra-indicado. O vasoconstritor que vai junto com a lidocaína a 3%, geralmente é a adrenalina. Não acredito que você vai ter maiores problemas. Até porque foi apenas uma sessão. Boa sorte.

  8. Raquel Santos disse:

    Bom dia Luiz Rodolfo. Olha tenho muita dor de dentes e estou com 1o semanas de gestação não consigo nem dormir, já fui ao dentista e o mesmo disse que não tenho nenhuma cárie só a gengiva que estar muito inflamada, já não sei mais o que fazer porque minha obstetra disse que eu só poderia tomar tilenol e dipirona que não fazem efeito de nada em mim, não alivia a dor. Gostaria de saber sua opinião. Desde de já agradeço a atenção.

    • dicasodonto disse:

      Difícil dar opinião assim, sem avaliar, mas esse tipo de dor que você sente me parece mais grave. O chato é que: evitamos tirar radiografias quando a paciente está gestante. Nesse caso, como é uma urgência, eu como dentista, tentaria falar com sua médica para ver se ela aprova uma radiografia periapical, de mínima exposição, com uso de dois coletes de chumbo, para poder ver se há alguma cárie escondida nessa região. Se tiver, anestesiar e removê-la. Porém, estou apenas divagando, pois por escrito aqui não há como eu poder ajudá-la de verdade. Boa sorte.

  9. Raquel Santos disse:

    Obrigada Luiz Rodolfo tentarei vêr com minha médica esse tipo de procedimento “radiografia periapical” e vêr a melhor forma de resolver esse problema que estar me tirando o sono, o que não da é continuar doendo assim. Grata pela atenção.

    • dicasodonto disse:

      Quem pode decidir isso é seu (sua) dentista, com avaliação do seu médico(a). Procure seu médico e expresse sua vontade de extrair o dente e peça uma carta por escrito, com a avaliação dele para que você possa fazer o procedimento. Geralmente, é melhor esperar o trimestre do meio da gestação, mas se você está sofrendo muito, isso caracteriza uma urgência e deve ser analisada como uma exceção. Boa sorte.

  10. Patricia Dornelles disse:

    Preciso muito de ajuda em relação a uma terrível dor de dente que resolveu me incomodar, bom sou gestante de gêmeos no 6º mês de gestação e estou quase louca por causa dessa dor, e não posso ir no dentista porque amanhã é feriado aki na minha cidade, gostaria de saber se posso tomar alguma medicação até sexta- feira e qual sem colocar a saúde dos meus bebes em risco. Por favor alguém me socorra depressa, sinto que o dente está inflamado por dentro porque lateja e não posso nem encostar nele, mas aparente não tem nada, quero só que essa dor passe até sexta pra eu ir no dentista, não consigo nem comer ou dormir, paracetamol não adianta. Me ajudem por favor. Obrigado.

  11. Pingback: Desmistificando o atendimento odontológico para gestantes | DicasOdontoDicasOdonto

  12. luciane disse:

    ESTOU GESTANTE DE 31 SEMANAS E ESTOU COM DOR DE DENTE 6 DIAS!!! A DENTISTA DISSE QUE FIZERAM UMA COROA EM CIMA DE UM CANAL MAL TRATADO! O OBSTETRA ME AUTORIZOU FAZER O RX!!! MAS OS DENTISTAS PARECEM QUE TEM PANICO DE GRÁVIDAS, ACHEI ISSO UM ABSURDO!!!! VOCÊS ESTUDAM PRA ISSO E TEM O AVAL SIM DE TIRAR RX MAS PARECE QUE FICA UM JOGANDO PRO OUTRO! PEDE PRO SEU MÉDICO, O MÉDICO FALA PEDI PRO DENTISTA…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>