Fóssil de Maxilar Superior Humano é achado em Israel

Diferente do que os sites brasileiros vem postando, o fóssil de Homo sapiens encontrado em uma caverna em Israel recentemente não é da mandíbula e sim do maxilar superior. Um erro de tradução e de anatomia. Junto com ele podemos ver 7 dentes e uma raiz residual ou um dente que acabou se quebrando pelos anos.

Crédito: Gerhard Weber, Universidade de Vienna

Segundo publicação da revista Nature, o fóssil é o mais antigo já encontrado fora da África (datado com cerca de 177.000 a 194.000 anos de idade). Os pesquisadores acreditam que o pedaço encontrado seja de um Homo s. apiens. Com essa descoberta, muito da cronologia da história humana pode mudar, inclusive com possíveis interações desses Homo sapiens que migraram da África com outras espécies de seres humano já extintas hoje em dia como os Homo neanderthalensis.

Os pesquisadores ainda publicaram um estudo, utilizando tomografias e reconstruções em 3D. Interessante ver a presença de um 3º molar, isto é, um siso, além de marcas que sugerem um leve bruxismo ou apertamento dental. Esse pedaço desse Homo sapiens nômade, coletor ou caçador ficou escondido em uma caverna de Tel Aviv por quase 200.000 anos.

É possível “viajar” um pouco olhando para esta imagem sensacional. Como será que era a dieta deste ser humano? Caçava mamutes? Era homem ou mulher? Andava em um grupo de quantas pessoas? Tinha mais de 21 anos porque vemos um siso totalmente erupcionado. Não parece apresentar cáries. Será que já limpava os dentes? Será que tinha bruxismo? a ponta do canino parece desgastada, assim como a incisal do lateral. Ainda da para ver marcas de cúspides antagonistas no segundo pré molar e no molar. Um pouco de perda óssea no lateral e nos molares? O que mais vocês enxergam ou imaginam?

Um Abraço

Luiz Rodolfo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*