O valor de uma extração dentária


Resolvi escrever esta postagem para deixar bem claro aos nossos pacientes todas as responsabilidades que um dentista concorda em assumir quando realiza uma extração dentária. Muita gente acha que se cobra muito caro por um procedimento considerado “simples” e de curta duração. Não é bem assim.

“São R$ 250,00 pela extração, senhora.”, o dentista fala calmamente, depois de avaliar toda a situação e dar o diagnóstico de dente perdido, com ajuda de exame clínico e radiográfico. “O quê??? Tudo isso para arrancar um dentinho que tá mole, quase saindo sozinho? Coisa que o doutor vai demorar meia horinha aí na cadeira? Vai viajar pro exterior nas suas férias, doutor? Tá caro demais!”

A situação acima é extremamente comum, com certa variação nas palavras e no valor. Muitos pacientes enxergam a extração como algo fácil, algo que puxa um pouco o lado açougueiro do dentista e por isso parece que ele tem a obrigação de cobrar barato. A extração de dentes ou exodontia é uma cirurgia, gente. Uma remoção cirúrgica de um órgão do corpo. Isso envolve em aplicação de anestesia, preservação de todos os tecidos ao redor do dente, risco de infecção, realização de sutura, prescrição de medicação e acompanhamento pós-operatório.

Não estou floreando o procedimento. Primeiro de tudo, custa muito caro para o dentista se formar e pegar seu diploma, mesmo em universidade pública. Todo mundo sabe que no Brasil, a maioria dos alunos que se forma em universidades públicas vem de escolas particulares. O gasto começa aí, concordam? Tem todo o investimento em materiais dentários que são caros e o dentista deve comprar na faculdade. Depois tem o gasto para exercer a profissão. Todo ano tem que pagar Conselho, Sindicato, impostos e etc.

Você pode até pensar: “Ah, mas isso está embutido no pacote. Qualquer profissão é assim”. Não é verdade. A odontologia é muito onerosa desde a época de acadêmico. Ou você acha que médicos compram toneladas de material cirúrgico que nem nós? Os hospitais fornecem a maioria dos materiais para ele. O médico entra com sua mão de obra.

Não se pode pensar em preço baseado apenas em valor de materiais. E a responsabilidade? Uma extração tem risco de sangramento excessivo (hemorragia), risco de infecção por bactérias da própria boca, risco de fratura óssea ou outros acidentes cirúrgicos, risco na aplicação da anestesia, risco de alveolite (inflamação pós operatória), risco do medicamento prescrito ter alguns efeitos colaterais, entre outros. Veja quanta coisa pesa nos ombros dos dentistas. Quando oferecemos um serviço de extração dentária estamos assumindo todos esses riscos. Vocês acham que isso tudo não tem valor?

Não se pode dar o valor pelo tempo decorrido. Quanto mais rápido o dentista tira um dente, com segurança, mais ele deveria receber! Isso significa eficiência. Significa pouco tempo de cadeira com o paciente de boca aberta, mais conforto e pouco tempo com uma ferida aberta na boca, diminuindo os riscos de infecção. Para realização de implantes depois das extrações, o osso deve ser preservado ao máximo. Para isso o dentista deve ter técnica, experiência e instrumentais de qualidade (que custam caro também).

Exodontia é um procedimento cruento. O dentista ainda se arrisca por estar mexendo com sangue. Falo tudo isso dessa maneira, pois tem convênio por aí pagando menos de R$ 20,00 para um dentista por uma extração. Vale isso? Vale à pena correr aquela série de riscos acima por esse preço? 

Eu não estou aqui pregando para que todos os dentistas “enfiem a faca” em seus pacientes. Apenas que se determine um preço justo pelo procedimento, de acordo com a região e realidade em que o dentista trabalha. Sabemos que temos muitas desigualdades neste país, mas também sabemos que muita gente prefere ter o tênis ou o celular da moda a ter dentes bem conservados e tratados.

“São R$ 350,00 e mais R$ 23,00 pela lavagem do cabelo” – o cabeleireiro de luxo fala calmamente assim que a cliente senta na cadeira. “Dá para pagar no cartão? Pode fazer!” Não quero desmerecer o trabalho do cabeleireiro, mas coloquei esta outra situação aqui para mostrar como algumas pessoas enumeram suas prioridades e como alguns profissionais se valorizam. Cada um, cada um, mas a extração não pode ser mais barata do que uma lavagem de cabelo…

Um Abraço,

Equipe Dicas Odonto

Lançamentos

63 respostas a O valor de uma extração dentária

  1. Ana Tokus disse:

    “Na minha opinião, quanto mais rápido o dentista tira um dente, com segurança, mais ele deveria receber”. Perfeito o post, Luiz. Parabéns. Abração!

    • Iara disse:

      Ridículo…todo o profissional deve fazer seu trabalho com dedicação…como é o juramento do formando dentista mesmo?
      Quando o salário minimo no Brasil é R$ 678,00, não tem jeito de ir ao dentista….

  2. É só um dentinho mole; é só colar um dentinho; é só por uma massinha…
    é só estudar 20anos da sua vida e vc mesmo pode fazer.
    Se não sabe, não ponha preço no trabalho alheio.
    Sempre preciso. Bjo

    • Rodrigo disse:

      Acabeid e falar exatamente isso para uma paciente: Estude 20 anos até dar conta de colocar a massinha sozinha! Daí vc vem aqui que te empresto o consultório!..hehehehe

  3. Amei o texto!!! Sem desmerecer nenhuma especialidade, mas nós cirurgioes temos uma responsabilidade mto grande sobre a vida e a saúde do paciente. Mesmo um “dente mole”, pode implicar em serios danos. O paciente nao entende que aquele “dentinho mole” é um foco de infecção no organismo dele e que cuidados tem q serem tomados antes da extração. Muitos pacientes ja sentam na cadeira e querem a extração “pra ontem”..sao imediatistas demais. Mas eu, particularmente, em qquer situação, examino, passo medicação previa( independente da pressa do paciente) e so depois q inflamação ou infecção regride é q eu extraio. Sou mto chata!! e ainda deixo claro pro paciente: “se vc morrer na minha cadeira por causa da sua pressa, a culpa vai cair em cima de mim, que nao tomei os cuidados necessários!”
    Parabens pelo texto, Louis!!

  4. dicasodonto disse:

    Obrigado pelos comentários meninas! Um beijão.

  5. Parabéns pelo texto Doc! Disse tudo!

    Isso é para alertar os (as) dentistas, porque se ele não cobra pelo procedimento, o cabelereiro dele cobra! Abraço

  6. Ana lúcia longo disse:

    A valorização deve ser iniciada pelos próprios profissionais, que se submetem a tabelas absurdas de convênios ou clínicas. Estudamos tanto quanto os médicos e não podemos cobrar “consulta” pois é só orçamento!!! E o diagnóstico e plano de tratamento, são o que? nada? Dá muito trabalho e é a peça mais importante para o plano de tratamento.

    • sandra disse:

      Por isso que muitos dentistas por aí estão desempregados ou em outra profissão, o ideal é um meio termo, minha dentista graças a Deus não assalta os pacientes, é ótima profissional e não dá conta da agenda.

  7. Pingback: OdontofoGUIA! #45 | Medo de Dentista

  8. Ronaldo Cabral disse:

    Excelente texto!!!

    A valorização deve começar pelos profissionais, como já foi dito! Acho que cada um deveria dar uma breve explicação para o paciente sobre o porquê dos preços, mas quando falo breve, não é tããão breve assim, tem que ser de uma forma que o paciente saia com outra imagem, sem aquele estereótipo de dentista explorador na cabeça!

    Acho um bom exemplo citar o médico que cobra “X” por uma consulta, que muitas vezes consiste em ouvir, olhar pro paciente e receitar, ou dos cabeleireiro, cuja maioria estudou e gastou BEM menos que um dentista e a maioria das pessoas paga sem reclamar. Explicar também por que o “orçamento” na verdade não é um orçamento, mas sim uma avaliação que envolve o conhecimento adquirido ao longo de anos de estudo e provar que tudo isso teve e tem um custo, assim como o médico cobra pelo conhecimento dele apenas para olhar pro paciente e receitar (cobrança mais que justa, diga-se de passagem).

    E tem horas que devemos ser sinceros, tem que chegar pro paciente e dizer: “Dentista que faz “orçamento” de graça não valoriza nem a si próprio, quanto mais o paciente! Você confia em um profissional assim???” Isso depois de explicar os motivos do seu preço, é claro!

    Acho que é por aí…

  9. Paula disse:

    Vc arrasa! Parabéns pelo post!

  10. Natali disse:

    ADOREI!
    Tenho feito isso nas redes sociais que frequento com meus colegas de profissão:

    “http://www.dicasodonto.com.br/2012/03/24/o-valor-de-uma-extracao-dentaria/

    Se a gente mesmo custa a perceber o valor do nosso trabalho, não podemos esperar que pessoas leigas percebam isso… PRECISAMOS NOS VALORIZAR!

    Sugestão: ABO e/ou CRO poderiam promover uma palestra de “Marketing Pessoal” para nos MOTIVAR e ensinar a Valorizar o nosso trabalho. Assim, não só aprenderíamos com lhe dar com essa situação, como também nos sentiríamos estimulados a fazermos todos juntos!!!

    O que acham?”

  11. Me gusta tu site, lo he descubierto navegando por yahoo y la verdad es que me gusta, lo voy a poner en favoritos y ahora mismo lo mando a twitter!!.he puesto en mi web un link a tu blog. Mi web tiene un PR de 2.saludetes!

  12. Os dentidas são todos uns ladrões e aproveitadores…

  13. dicasodonto disse:

    Tá sabendo legal, hein?! Escove muito bem seus dentinhos e reze para nunca precisar dos “ladrões aproveitadores”. Abs

  14. sandra disse:

    Quando um dentista faz um erro dentario ele nao assume o erro cometido.. Somente apos muitos anos de dor de mente e pericias,, processos e q a mascara do dentista cai.
    Porem o preco e muito caro pelo risco q o processo oferece.. Se nao der certo, o dentista sabe falar : sinto muito.. Esta pouco se lixando se causou um dano maior..
    Logo se o preco incluisse alguma garantia ao cliente.. talvez nao fosse caro.
    Preco dos produtos: muito barato comparado a mao de obra.. Essa realidade e muito triste, pois medicos nao tao bons chegam a cobrar muito caro, e nao se assemelham aos melhores dentistas q existe no mercado..
    Coitado daquele q precisa de dentista no Brazil.. sempre vai perder.. ou do lado emocional, ou do lado financeiro.. Garantia de servico dado pelo dentista e nulo.

    Gostaria de saber quais dos dentistas ai.. assumiram um erro q sabem ter cometido. tenho mais q 100% de certeza q nao assumem..Logo, o preco q se cobra e o risco q se pega e muito elevado..
    Nao e pq tem diploma de odonto q e um bom dentista.
    A maioria dos dentistas atuais nao sabem fazer nada.. os antigos sao muitos deles desatualizados.. Fico com pena de quem precisa.

    • Fernando disse:

      Sandra, primeiramente não compare médicos com dentistas, são profissões diferentes, e os mesmos quase não tem despesas, se dão um plantão num hospital por exemplo.

      Existem sim, dentistas que incluem a garantia do erro no tratamento, o problema é que os pacientes não pagam por esse serviço.

      Eu assumiria o erro cometido por mim, e acredito que a maioria dos dentistas honestos também assumiria.

      Obs.: (1) Brasil é com S, e não com Z. (2) Pena de você que não deve cuidar bem dos dentes.

      Tenha um bom dia.

    • dicasodonto disse:

      Sandra, posso falar por mim e digo que assumiria assim como já assumi erros ou acidentes que acabam acontecendo em alguns procedimentos. Não somos perfeitos. Ninguém é. Realizamos procedimentos delicados para o bem do paciente. Duvido que algum profissional da saúde trabalhe “pouco se lixando se causou dano maior”. Eles podem até existir, mas são minoria, exceções. Todas profissões tem maus profissionais, infelizmente. Isso não te da o direito de generalizar uma classe inteira de profissionais dessa maneira. O dentista deve cobrar o preço justo pelo procedimento, contando com os riscos. Isso é óbvio. Não posso dar garantia de 100% de acerto porque não estou consertando um eletrodoméstico. Mexemos com saúde e muitas coisas que fazemos não depende apenas de nós. “A maioria dos dentistas atuais não sabem fazer nada.. os antigos são muitos deles desatualizados.. Fico com pena de quem precisa.” – Não tenha pena. O Brasil tem uma das melhores odontologias do mundo, mas se você não estiver satisfeita, pode embarcar para a Alemanha ou para a Suíça para tratar dos seus dentes. Ou melhor! Comece a escovar os dentes e passar fio dental. Assim você vai precisar muito pouco da gente.

      • sandra disse:

        Vivo nos USA e Brasil e com Z em ingles, minha lingua atual.
        Sei bem q se escreve com S.
        Comparar dentistas no Brazil e ter um criterio identico e hilario.
        Pra uma extracao fui cobrada de 300 reais a 850 reais numa extracao simples. Nos USA realizei o procedimento seguro por 45 USD.
        Erro medico: nunca nos deram a opcao de ter q pagar pelo erro medico ou ter a garantia do mesmo.. Se o dentista se diz bom como se apresenta, pq garantia de erro?
        Mas erros grosseiros como exemplo: colocar coroa deixando infectado a area do canal e sim um erro muito triste, justo quando o dentista e renomado e tem mais de 40 anos experiencia.
        Falo isso por experiencia. Nao encontrei UM dentista honesto em SP, a maioria parece ter formacao em comercio. Do mais alto ao mais baixo q o interessa e o preco. Da mesma perspectiva esta o paciente.. q vai comparar os milhares de dentistas pra ver se bate a opiniao ou o preco e mais razoavel.
        Paguei 45 USD pra uma extracao de 2 dentes q foram causados pelo erro medico do dentista de SP. No Brazil a segunda opiniao q fui, me disse q sim tinha erro medico, porem ele “arrumaria”. Outro dentista renomado q tem consultorio na Av Brasil. La, nao me deu antibiotico, e cobraria 700 reais pela extracao..( isso em 2007). Hj deve ser como 2000 reais. Se fosse realmente bom dentista: 1. me daria antibiotico, 2. nao cobriria o erro do colega,, 3. nao deixaria um cliente em 2004 com a boca aberta durante um implante. Cada um fala o q quiser.. o dentista vai tentar falar o q quiser pra se demonstrar um otimo profissional, porem errar e um direito.. E assumir erro e uma opcao . Erro medico nao deveria ser cobrado pelo dentista em nenhuma situacao. Nos USA o dentista vai pra cadeia por erros grosseiros, ja no Brasil ele e impune.
        Sinceramente, se tem dentista bom no Brasil sao talvez 5 contados no dedo, pois a maioria engana.. Todos meus amigos de Sao Paulo saem frustados nos dentistas.. Pq nao acontece isso na Colombia?

        • dicasodonto disse:

          Ok, Sandra, você foi lesada por alguns dentistas aqui em São Paulo e tem todo direito a ter esta opinião. Por que você não foi procurar seus direitos? Saiba que aqui no Brasil, os dentistas que cometem erros como os que você sofreu também são punidos. Só porque você teve meia dúzia de experiências ruins com dentistas, você presume que todos os 70.000 dentistas de São Paulo são desonestos? Você está sendo injusta na sua opinião. Pode ser que aqueles que você conheceu tenham decepcionado, quanto ao tratamento, mas você não conhece os outros milhares. Falar mal de dentista, de médico ou de qualquer outra profissão é fácil. Se você ler o post acima novamente, vai ver que os dentistas cobram caro pela extração porque é um procedimento cirúrgico de risco. Isso que as pessoas não entendem. Não há garantia como quando você compra uma geladeira e ela vem quebrada. Existe garantia de serviço. Se algo der errado, o dentista deve saber resolver e dar suporte ao paciente. Essa é a garantia. Comparar preços de serviços no Brasil com os dos EUA que é hilário. Os países são totalmente diferentes, com cargas tributárias diferentes e outros aspectos que são impossíveis de comparar.

        • celia barral disse:

          Sandra minha cara, se o trabalho nos USA é tão bom , fique com ele. É um direito seu, assim como é direito meu ficar ofendida com a sua generalização. Certamente na sua área de atuação também serão encontrados bons e maus profissionais. Mas a generalização é perigosa.
          Vc sabia que o Brasil é o lider mundial em turismo de saúde?
          Sim, pessoas que vem de várias partes do mundo em busca da excelência do profissional brasileiro e que em grande parte se dá pelo valor considerado baixo.
          Eu tenho pacientes que vem da Suiça, Holanda e USA, justamente pq os valores nesses locais são impraticáveis.
          Talvez a sua realidade não seja a mesma que a nossa, e que o seu BRAZIL a tenha decepcionado, mas saiba que, dentre os que ficaram por aqui, tentando melhorar o nosso BRASIL e a saúde oral da NOSSA população, tem muito profissional bom, consciente e competente.
          E lembre-se, que o valor de uma extração é o valor que vc dá pra ela. Se a sua saúde não vale o dinheiro que estão te pedindo, procure um mais barato.
          A propósito, de onde vc tirou a informação que deveria tomar antibiótico? Ainda que vc discorde, essa é uma decisão unicamente do profissional. O profissional DENTISTA.
          Good luck on your next visit to the dentist.

        • Giancarlo Lucena disse:

          Sandra fique aí nos EUA ! por favor nem volte para o
          BRASIL !! vc não faz a menor falta aqui !

          • Claudia Ricci disse:

            Sandra , já faz algum tempo que vc fez estas publicações ,mas nao posso perder a oportunidade de esclarecer que a odontologia nos EUA é bem mais cara que no Brasil ,atendo vários pacientes americanos em meu consultório ,eles aproveitam breve passagem por aqui e procuram por nós dentistas brasileiros , pois segundo eles, o tratamento por mim realizado tem melhor custo benefício e tenho muitos parentes e amigos que moram nos EUA e vem para o Brasil para realizar tratamento dentário.Amo os EUA , boa sorte por ai , querida nao seja revoltada a vida é bela.

          • tiago rodrigo disse:

            É decepcionante como as pessoas postam comentarios ridiculos aqui,realmente vivemos num pais de mercenarios essa merda de brasil,POR ISSO O BRASIL É CONSIDERADO O PENULTIMO PAIS MAIS BURRO DO MUNDO,NOS ESTADOS UNIDOS OS DENTISTAS SÃO MUITO MAIS BARATOS E A QUALIDADE É OUTRO DEPARTAMENTO,PODEM CRITICAR MEU COMENTARIO A VONTADE POIS NEM ME INTERESSA OPINIOES DO POVO DO PENULTIMO PAIS MAIS BURRO DO MUNDO.

        • Monique disse:

          Em primeiro lugar, como você sabe que nos EUA foi feito um procedimento SEGURO?? É você quem classifica um procedimento como seguro ou não? É você também quem decide se vai tomar antibiótico? Estudou pra isso?????????????????????????????? Tem conhecimento técnico científico para saber se foi feito errado, se é caro demais????????????????

          Segundo, quando se faz tratamento de canal, há riscos de infecções secundárias, visto que pode haver a presença de microbiota resistente. É preciso fazer uma coisa chamada PROSERVAÇÃO, coisa que você não deve ter feito porque nunca mais voltou no dentista que tratou o seu canal..

          TERCEIRO: Estou no 3º ano de odontologia e estudo igual a um camelo, em tempo integral e gasto uma fortuna! Os materiais odontológicos são EXTREMAMENTE caros. Vá em alguma dental e veja com seus próprios olhos, ao invés de supor de forma errônea que os materiais são baratos e o dentista cobra uma fortuna “apenas” pela mão de obra dele.

          Espero realmente que você não precise mais de um dentista.. Então escove os dentes e use fio dental.. Cois que eu acho que não faz né..Deus me livre atender um paciente assim.. Fique por aí.

    • Iara disse:

      Quando o salário minimo no Brasil é R$ 678,00, não tem jeito de ir ao dentista….

  15. André disse:

    Sandra, acho que vc tem frequentado clínicas populares. Procura um dentista decente e com certeza mudará de opinião.

  16. Pimenta disse:

    Bom Dia

    Excelente texto.Parabéns.

    Eu estava fazendo um tratamento dentário e teria de extrair alguns dentes,pra por prótese.
    Mas tive um probleminha em uma das extrações em que minha dentista disse que estava infeccionado e só na hora da extração ela viu isso.
    Passei maus bocados naquela cadeira e fiquei alguns dias com a boca toda machucada;
    sem contar que mesmo depois de alguns dias ficou a sair cacos pequenos de dentes ali.
    Conclusão;eu preciso terminar o tratamento mas só em pensar em voltar lá tenho pavor.
    E pior que não é só com ela que isso acontece,pois fui fazer orçamento em outro e simplesmente entrei em pânico.Não sei o que fazer;com esse pavor que agora tenho só em pensar em ir ao dentista.Não sou criança,mas nessa hora reconheço que me porto como tal.Que devo eu Fazer?Agradeço atenção.

  17. olá senhores dentistas preciso de uma informação pois sou leigo nesse assunto e vcs como profissionais poderem me responder? agradeço. ontem fui ao dentista aqui na minha cidade, popular mais gostei deste local pois já avia feito um tratamento de canal com uma dentista e ficou legal mais com o passar dos tempos a massa que foi colocada caiu e não voltei lá para concertar por que decidi extrair e só voltei lá ontem por que outro dente o mesmo do lado direito quebrou e eu não estava sentindo dor e tomei a decisão de extrair os dois eram os dois pré-molares direito e esquerdo o esquerdo era o que eu fiz canal já o direito foi o que avia quebrado bem no consultório uma doutora nova com 24 anos me atendeu não me preocupei pois a outra que fez o meu canal também era nova ai ela anestesiou os dois lados e retirou sem dificuldades o segundo pré-molar do lado esquerdo. mas o dom lado direito que se quebrou ela teve a maior dificuldade quebrando mais ainda o dente e falou pra mim que teria que remover osso ela balançava mais o dente não saia pois bem quando ela retirou um pouco de osso do maxilar superior e depois de um tempo foi que ela conseguiu retirar a metade do dente e me deixou com a parte da gengiva do dente que avia quebrado desigual esse procedimento e normal pv me ajude pois estou muito triste estou me sentindo mutilado por essa moça dentista e minha duvida é saber se realmente precisa retirar parte do osso para extrair o dente desde já agradeço a atençao

    • dicasodonto disse:

      Olá Fernando. Não cabe a mim ou a qualquer outro dentista julgar o trabalho de uma colega apenas ouvindo o seu lado da história, sem ao menos avaliar o que ocorreu com radiografias e com exame clínico. Em alguns casos é necessário remover osso para fazer uma extração. Sugiro que você converse com sua dentista para que ela explique o que ocorreu. Se você ainda ficar com dúvida, sugiro procurar outro dentista e deixar que ele avalie a região e assim possa te dar uma visão melhor do que ocorreu. Boa sorte.

  18. vou voltar na próxima quarta para retirar os pontos. minha duvida é porque a gengiva onde ela retirou o osso para retirar pré-molar direito ficou fundo quero saber se vai voltar ao normal eu olhei uns vídeos no youtube e não vi a necessidade acho que ela não teve força o suficiente para arrancar. olha ela me falou que com aparelho os dentes juntam de novo e esses espaços saem você acha que eu devo mudar doutora.

  19. e ela não pediu radiografia algunha falou que só pediria para colocar aparelho vou conversar com ela valeu se ela não for convincente eu vou trocar de doutora.

    • dicasodonto disse:

      Olá Fernando. Geralmente, para extrair dente não é necessário força. Existem várias maneiras de realizar uma extração. Antes de colocar aparelho, na maioria das vezes, o dentista pede uma documentação ortodôntica para poder planejar este aparelho corretamente. Boa sorte.

  20. Pimenta disse:

    Bom Dia

    Obrigada vou dar uma olhada,pois preciso realmente terminar o tratamento,rs.
    E vencer esse pavor,só mesmo quem passa é que sabe o que eu estou a sentir.
    Excelente blog ,ja esta cá salvo nos meus favoritos e vou estar sempre a espiar.

  21. Frank Varhauss disse:

    Bem, entendo que toda – ou seja, sem exceção – profissão deva ser reconhecida e valorizada; mas certos valores quanto defrontados com certas classes, acabam sendo um absurdo. Se os convênios pagam mal, os dentistas (neste caso) deveriam se unir e boicotar tais empresas, fazendo com que desse modo, estas se sentissem forçadas a remunerá-los de forma “mais justa”. Mas descontar os valores gastos em anos de estudos e a má relação com os próprios convênios, no cliente, não penso que seja certo. Falar “mal” de cliente é até corriqueiro no país em que habitamos, só não se esqueçam, que para a grande maioria dos profissionais – inclusive os de odontologia – é daí que vem o dinheiro, seja pouco ou muito, com reclamação ou não, sem a “procura”, não há grana!!!
    Tenho saudades, do tempo em que o dente era amarrado a um barbante, este que por sua vez era amarrado em uma porta, e assim se fazia a “extração” caseira, pois pelo menos nessa época além das coisas serem menos onerosas, também haviam relações melhores entre as pessoas como um todo. E sim, – antes que alguém indague -mesmo eu já tendo sido submetido a tais procedimentos rústicos, nunca sofri consequências fossem leves ou graves, e hoje tenho dentes bonitos e nunca – leiam bem – tive uma cárie sequer ou qualquer outro problema bucal maior. Mal tenho a frequência tida como razoável e aconselhada, em consultórios odontológicos – e isso com 32 anos de idade e ex-fumante. Meu maior tratamento dentário, é pasta e escova. A única coisa que começou a me incomodar depois de certo tempo de vida, foi o diastema que possuía, e nesse caso entendo que em minha residência, eu mesmo não poderia colocar “durepox” tingido de branco no vão entre meus dentes, e dessa forma resolver meu “problema” estético. E portanto compreendo perfeitamente que a tal “massinha” (sei que é resina ) colocada por um profissional, é um tratamento minucioso e que desse modo também deve ser muito bem remunerado. E tanto que concordo, que efetuei tal procedimento ( e paguei )há algum tempo. Mas extração a preço exorbitante gente? Fala sério….

    • dicasodonto disse:

      Olá Frank, entendo e respeito sua opinião. Apenas para deixar claro, essa extração feita com barbante amarrado na porta era feita para dentes de leite que em certa época da nossa vida não têm mais raízes e podem ser extraídos facilmente em casa com esses métodos que parecem mais torturas da idade média. Se alguém tentar fazer isso com dentes permanentes, garanto que vai sofrer um bocado e pode não conseguir tirar todo o dente. Realmente, esse “repasse” de custos ao paciente particular frente à baixa remuneração dada pelos convênios existe e concordo que está completamente errado. O que deve existir é um preço justo. Hoje em dia, tudo é caro. Imóveis são absurdamente caros, carros são caros, parar o carro no estacionamento é caro, a comida no supermercado aumenta todos os anos e etc. Por que o dentista não pode ser caro também? Médicos cobram em torno de R$ 500,00 por uma consulta aqui em São Paulo e eles “só” usam seu conhecimento e uma caneta para solicitar exames e prescrever remédios. Vai desmerecê-los por isso? É o preço que eles colocam no seu tempo baseado no seu conhecimento e estudo. Na minha opinião, estão certíssimos. Boa sorte.

    • celia barral disse:

      Frank, meu caro, que bom que vc não tem cáries. Que continue assim, mas cabe orientá-lo que a formação da cárie, infelizmente, não se dá apenas pela má higiene, apesar dessa ser a maior causa, mas outros fatores estão envolvidos neste ciclo, como ph de saliva, por exemplo.
      Eu, particularmente, tenho plena convicção de que meu ganha pão são os meus clientes, mas eles também tem que ter a visão de que eles dependem do meu trabalho (ou de outro colega) pois dentes não se curam com remedinhos, nem são removidos com linha e maçaneta.
      Não acho que devo receber mais só porque estudei mais, mas isso é um componente importante.
      O sabão OMO é o mais caro do mercado porque teve maior aporte de investimento na sua pesquisa e produção. Eu acho caro, não compro, mas não desmereço a Unilever e todos os anos de pesquisa e trabalho no desenvolvimento do produto.
      Que bom que vc valoriza a resina e sabe que não pode utilizar durepox como restauração, mas acredite, tem quem o use, assim como superbonder, achando que o meu trabalho de colar o dente é uma fortuna.
      A discussão, na real, perdeu um pouco o rumo.
      Tudo o que nós dentistas desejamos, é apenas, e tão somente, que nosso trabalho seja respeitado. Como já disse noutro comentário, o valor justo da saúde, é o valor que vc dá a ela.
      Uma extração, por mais simples que pareça, é um dos procedimentos mais complexos da odontologia.
      Vc já parou pra pensar?
      Quando extraímos um dente estamos colocando seu organismo em contato íntimo com o meio externo. Rompemos tecidos, veias, artérias e nervos. Mexemos com osso. Tudo isso sob nossa responsabilidade.
      Eu, de verdade, acho que deveria ser esse o mais caro dos procedimentos, até mesmo, exorbitante.
      Um abraço!

  22. Tania S. disse:

    Isso é tudo muito bonito…. vç leva 20 anos pra estudar e se tornar um dentista, assim como um médico, um veterinario, um engenheiro… todas as profissões têm os seus riscos, e devem ser valorizadas!!! E a vida humana? Qual será o valor dela? Vç sabia que tem gente que não tem oportunidade de estudar como vç por falta de recursos?? Vç sabia que tem gente que ganha uma salario minimo para sustentar uma familia? Será que vç acha justo uma pessoa com um rendimento familiar baixo pague 250 R$ para extrair um dente?? E o resto do mês? Onde essa pessoa irá buscar alimentos para alimentar sua familia?
    Tem muita gente que escolhe a sua profissão pelo salário, quando se devia praticar a profissão por amor!!!

    Ou será que os poucos que têm a oportunidade de se formar apenas trabalham para os ricos???

    Atentamente,

    Tânia S. T.

    • Tania S. disse:

      Ou então dente de pobre não tem problema!!! :)

    • dicasodonto disse:

      Veja que não estou defendendo um valor fixo para uma extração dental. Só clamo por uma valorização do procedimento que não pode custar “10 reais”. Eu tenho muito amor à minha profissão, gosto do que faço e como já mencionei acima, infelizmente, não podemos viver de amor. Ele não paga as contas no fim do mês. Sobre os menos favorecidos, acho que o governo deve prover saúde para eles, pois é um direito do cidadão e um DEVER DO ESTADO, não do dentista particular. Não defendo preços abusivos, apenas a valorização de algo que as pessoas ACHAM que é fácil de fazer. A vida humana não tem preço e quando fazemos uma cirurgia, essa vida está em nossas mãos. Essa responsabilidade deve ter seu custo e seu valor respeitado.

  23. Clayton Timóteo disse:

    Relutei em participar dessa discussão, mas como cirurgião-dentista, formado há 20 anos, em busca constante de aperfeiçoamento profissional, com duas pós-graduações realizadas à custo de muito (muito mesmo) trabalho de sacrifício familiar, decidi deixar aqui minha opinião…
    Em primeiro lugar, discordo plenamente do que a Sandra, lá em cima comentou, pela própria obviedade do comentário feito…
    Profissionais bem formados, de responsabilidade e cunho éticos, assumem sim o eventual erro cometido, ainda que com prejuízo próprio, senhora…
    Entendo que a senhora deva frequentar clínicas populares, tanto aqui no Brasil (grafado com “S” sim, pois não importa em que país a senhora esteja, não deixa de ser brasileira e com língua pátria portuguesa) como aí no E.U.A..
    Falo com convicção, pois tenho em minha carteira de clientes, alguns estrangeiros (E.U.A., Europa e Austrália) que informaram-me em recente troca de e-mail’s que bons profissionais em odontologia, cobram, em média, algo em torno de US$300,00 à US$500,00 por uma simples (SIMPLES???) CONSULTA… Que dirá de uma extração mais complexa…
    Entramos então, no comentário feito por Tânia…
    Perdoe-me, senhora, mas amor não se põe à mesa!!! Amor não paga minhas contas!!! Amor não custeia meus estudos de aperfeiçoamento e especialização!!! Amor não paga pela saúde de meus familiares quando necessitam de cuidados médicos!!! Por AMOR a saúde bucal de minhas filhas e esposa estão bem cuidadas… mas aí, minha senhora, é outra coisa!!!
    Comungo de seu sentimento quanto aos menos favorecidos, mas que culpa tenho eu de ter tido a oportunidade de ouro de estudar em uma boa faculdade??? Fiz todos os meus estudos em escola pública, pois meus pais não dispunham à época, de grandes salários para que eu pudesse estudar em grandes e boas escolas particulares… Até minha formação profissional, foi, não sem muito sacrifício de meus pais para minha manutenção, realizada em uma Faculdade Pública…
    Aos menos amparados resta-lhes o atendimento público, que sim, é DIREITO DO CIDADÃO (DE QUALQUER CIDADÃO, SEJA MAIS OU MENOS FAVORECIDO) e DEVER DO ESTADO. Posso falar sobre isso com convicção, pois sou servidor público e em minha cidade, onde atendo em uma UBS de uma bairro bastante necessitado, onde todos os cidadãos são atendidos condignamente e recebem atendimento digno e com bons materiais!!!
    Amo minha profissão, cobro o que entendo por justa remuneração de meu conhecimento (PRINCIPALMENTE) adquirido à duras penas, com sacrifício e investimentos; e também pela qualidade (TAMBÉM PRINCIPALMENTE) dos serviços e atendimentos que proporciono aos meus clientes!!!
    O que não se observa – por pura ignorância – é que existe DE FATO, uma GRANDE DIFERENÇA entre PREÇO e VALOR…
    Se não, vejamos o que nos ensina um autor que aprendi a respeitar pelo seu conhecimento:

    “A diferença entre preço e valor está na cabeça do consumidor. Em geral o produto que não tem valor para o consumidor torna-se caro. Isto é muito simples de ser exemplificado: Possivelmente para a esposa todas as chuteiras são iguais e se alguma custar um salário mínimo será classificada como cara. Já para o marido esta chuteira poderá ser o passaporte para a artilharia. Por outro lado possivelmente na opinião do marido a esposa já tenha uma quantia suficiente de pares de sapatos e se um novo exemplar custar um salário mínimo será igualmente classificado como caro. Para a esposa o sapato era o que faltava para uma noite perfeita.

    Preço é o que se paga por um produto e valor é o que o consumidor leva para casa. Valor é aquilo que efetivamente a empresa entrega como compromisso com o sucesso do cliente. Uma empresa de cosméticos não vende perfumes, batons ou esmaltes. Uma empresa de cosméticos vende sedução, auto-estima e sentimentos desejados pelo consumidor na hora da compra.

    Por fim, fica a observação: Você não entregaria seu filho doente a um mecânico, tampouco seu carro com defeito a um médico. Vender é coisa para vendedor, ou seja, é necessário perfil e vocação. É preciso saber o que é valor e benefícios [...]” – por Marco Antônio Murara

    No dia em que nossos clientes forem educados para reconhecerem estas diferenças, então veremos um posicionamento diferente dos mesmos frente à situações como esta discutida aqui.
    E a educação de nossos clientes não passa por outra responsabilidade que não a de nós mesmos, profissionais que tratam a Odontologia com respeito e dignidade.
    PARA REFLEXÃO: O QUE VOCÊ DESEJA PARA VOCÊ MESMO: PREÇO OU VALOR???
    Abraços à todos e parabéns aos meus colegas de profissão que ainda se indignam e não aceitam aviltarem a profissão, sejam com comentários ou com preços!!!

    • Gláuber Côrtes disse:

      Olá Clayton,

      Assim como você sou dentista, e também amo nossa profissão, e também relutei muito para entrar nessa discussão, e quando decidi expor minha opinião achei o seu comentário, e logo desisti pois vc conseguiu colocar tudo o que eu pensava de forma muito simples e clara, eu não conseguiria melhor, só acrescentaria um ponto a mais, hoje nós temos que ouvir ou ler comentários como esses por um único motivo; a culpa é nossa, pois nós como classe somos fracos e não temos representações importantes em todos os níveis de poder, e não nos posicionamos de forma correta perante a outros profissionais ou classe, aceitamos de forma vergonhosa que planecos de saúde nos remunere da forma que eles bem entendem, com preços que chegam ao ridículo, nos pagam menos em uma restauração do que uma manicure cobra para fazer as unhas de uma madame qualquer, resumindo, se nós não nos valorizamos não vai ser uma analfabeta que irá valorizar,( e que provavelmente está ilegal nos E.U.A e que diz que escreve Brasil com z porque mudou seu idioma).

    • Eriky Raggeoto Kashivagui disse:

      Quando será que trarão dentistas de Cuba ???

  24. Pingback: Exodontia não é procedimento simples | DicasOdontoDicasOdonto

  25. Pingback: Extração de dentes: Quanto tempo vou ficar com aparelho ortodôntico?

  26. JbRP disse:

    EXCESSO DE DENTISTA NO MERCADO…IMPOSSÍVEL COBRAR UM VALOR JUSTO. SÓ NA MINHA RUA QUE É RESIDENCIAL, SÃO 4 DENTISTAS. UMA EXTRAÇÃO 250,00???? KKKKKKKKKKKKKKK! ACORDA MEU FILHO! EXISTE CONCORRÊNCIA, NÃO SÓ O DENTISTA NÃO COBRA O QUE CONSTA NA TABELA ASSIM COMO O ADVOGADO NÃO COBRA O QUE CONSTA DA TABELA MEU FILHO. A CONCORRÊNCIA FAZ BEM PRA QUEM ? PARA A POPULAÇÃO ? REDUZ O NÚMERO DE DENTISTA E DE ADVOGADOS QUE AÍ TANTO O PREÇO DE UM QTO O DE OUTRO SERÁ VALORIZADO.

    • dicasodonto disse:

      Você acha esse preço de R$ 250,00 barato? Pela sua saúde? Por não pegar nenhuma infecção? Por não quebrar nenhuma tábua óssea na extração ou deixar alguma raiz remanescente? Para tirar um dente sem dor nenhuma? Eu acho barato.

  27. JbRP disse:

    ACHA QUE AS COISAS ESTÃO RUINS SÓ PARA OS DENTISTAS ? SÓ DENTISTA QUE EXISTE EXCESSO DE PROFISSIONAIS NO MERCADO, SE LIGA! OUTRA PROFISSÕES TB HÁ EXCESSO DE PROFISSIONAIS. NÃO ADIANTA LAMENTAR NÃO, SUA PROFISSÃO NÃO É A ÚNICA SATURADA, PODE TER CERTEZA. NO MEIO DO INTERIOR, EM CIDADES SUPER POBRES VC ENCONTRA VÁRIOS DENTISTA, NO MEIO DO NADA VC ENCONTRA DENTISTA. ACORDA!

  28. FERNANDO VERNDL disse:

    A Dentista (ela se diz Dentista) da minha Esposa, não vou citar o nome da minha Esposa pois a Dentista pode ler o comentário e não gostar, fez o Tratamento de Canal e posteriormente uma Obturação num dente da minha esposa, disse que era um procedimento difícil e cobrou um valor bem alto.
    Semanas depois êsse mesmo Dente começou a doer muito e a Obturação estava mole quase caindo, e minha Esposa não quis retornar nessa Dentista e foi numa Dentista de um Sindicato aquí em Santos.
    Essa Dentista do Sindicato, muito ética, não quis saber o nome daquela primeira Dentista, mas disse que o procedimento estava incompleto por isso o Dente estava doendo muito.
    Refez o Canal e refez a Obturação.
    O Dente parou de doer no mesmo instante, a Obturação está perfeita há anos e “pagou muito barato”.
    Isso sim é uma verdadeira “Profissional Dentista”; faz o seu trabalho bem feito, não prejudicando seus Clientes/Pacientes.
    A Primeira Dentista é uma Grande Filha da P….. (por educação não escreverei) !
    Eu dou o maior valor aos Dentistas, pois quando eu tinha 10 anos de idade eu tive Sarampo e recolheu para o Pulmão e tive que tomar doses exageradas de Antibióticos para não morrer, e como consequência meus dentes permanentes já nasciam com Cárie, com 30 anos de idade eu extraí 12 (ou mais) dentes num mesmo dia das 15 as 20 horas da noite num consultório de Dentista para colocar uma Dentadura, até hoje com 56 anos ainda tenho problemas com os Dentes, e sempre quem me salva é algum Santo Dentista.
    Parabéns a vocês “Dentistas” (mas os Dentistas de Verdade).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>