Diário de um (ex)Acadêmico de Odontologia – Recém Formado #5


5º DIA

Baseado na época em que fiz faculdade e usando um pouco de humor, vou tentar reproduzir alguns dias na minha vida de acadêmico que foi de 1998 até 2001. EDIÇÃO ESPECIAL PARA RECÉM FORMADOS!

“Janeiro de 2002:

Não estou mais de férias. Estou oficialmente desempregado. Passei em todas as matérias, algumas pegando exame. Este mês ainda tem um ar de férias, então aproveito para descansar. Claro que a única coisa que a gente pensa é na festa de formatura que será no fim do mês. (VEJA SOBRE A COLAÇÃO DE GRAU CLICANDO AQUI)

É hora de arranjar lugar para todo aquele material da faculdade. A maleta de pescador branca, com uma cruz vermelha vem cheia de coisas. Nossa, tem uma radiografia oclusal aqui que comprei e nunca usei. Preciso me livrar dos materiais que vão vencer em alguns meses. Posso doar para a faculdade ou para alguma clínica que necessite.

Fevereiro de 2002

A festa foi demais!!! Agora a pressão dos pais já é forte. Eles trazem recortes de classificados dos jornais e como eu não tenho nenhum parente dentista próximo, aqui em São Paulo, fico meio perdido e nem sei por onde começar. Faço algumas entrevistas e fico triste com as porcentagens de 18% e 25%, sem contar que esses lugares são tão longe de casa.

Março à Junho 2002 – 1ª Experiência (Não tão boa)

Foi em um consultório longe de casa, na Zona Norte. O Protético e sua irmã mandavam em tudo. Era uma porcentagem de 25%, baixíssima, mas resolvi tentar e ver como seria. A gente sente a inexperiência na pele, realmente. Nesta fase, é melhor fazer apenas o que você sabe com certeza e indicar o que você não sabe. Não estamos acostumados à trabalhar sozinhos, sem ninguém auxiliando. Depois de alguns “amálgamas submarinos”, voltei um pouco aos livros da faculdade.

Aprendi um pouco com o protético que moldava e fazia as provas nos pacientes. Eu sei que não pode, mas o cara era o dono da clínica. O que eu poderia fazer? Em Junho, me perguntaram se eu poderia ser o responsável técnico da clínica, pois a pessoa que fazia isso tinha desistido. Consultei uma colega dentista e ela me falou de cara: “Sai fora deste lugar, que não presta!”. Eu falei com o protético e disse à ele que se eu fosse o responsável técnico, ele não poderia mais mexer nos pacientes. Ele desdenhou e eu já saí de lá naquele dia. Lembro até do meu primeiro salário naquele lugar – R$ 360,00 para trabalhar 3 vezes por semana lá.

Março a Dezembro 2002 – Experiência Boa

Junto com o consultório do protético, eu entrei de voluntário no Pronto Socorro da APCD Central. Um colega de faculdade me indicou e começamos à ir juntos, 2 vezes por semana. Lá foi a minha lapidação profissional. Aprendi muito. Fiquei craque em exos e aberturas de endo. Junto com isso, conheci uma das minhas Patronas de Profissão, a Dra. Tania, ex-coordenadora do PS. Recomendaria à todos que tivessem um tempinho na semana que passassem uns meses por lá, mas a nova administração acabou com tudo de bom que aquele Pronto Socorro podia dar para os recém formados. Uma pena.

Além de nos ensinar muita coisa e abrir o espaço do PS, ela nos colocou nos meios de organização dos Congressos da APCD, os famosos CIOSPs. O montante de gente que conheci nesses eventos foi espetacular. Networking! Tenham isso em mente. Quanto mais gente você conhece, mais chances você tem de receber indicações.

 

… CONTINUA NO PRÓXIMO POST, SEMANA QUE VEM … (CLIQUE AQUI)

 

MEMÓRIAS DE UM ACADÊMICO DE ODONTO

Outros Blogs falam do assunto:

http://sorrisocasoall.com.br/index.php/formatura-e-agora/

http://www.perolasdaodontologia.com/2011/05/dr-sakana-4-futura-dentista.html

http://www.sofadodentista.com.br/isabelita-leal

http://medodedentista.com.br/2011/04/eu-tenho-medo-de-dentista-recem-formado.html

http://ortodontiaparatodos.com.br/2011/05/10-dicas-para.html

http://vidadedentista.com.br/2010/12/recem-formados-montar-consultorio-ou-nao.html

http://www.odontodivas.com/2011/05/me-formei-e-agora-socorro.html

http://www.odontoblogia.com.br/pesquisa/montar-consultorio-odontologico-parte-1/

http://vidadedentista.com.br/2011/02/podcuspir-6-recem-formado.html

http://www.camilagem.collos.com.br/?p=37

http://kcbelmont.blogspot.com/2011/05/depois-de-quase-12-anos-de-formada.html

http://www.ricardodentista.com.br/2011/04/fazer-ou-nao-odontologia-duvida-de.html

Um Abraço,

Equipe Dicas Odonto

17 Responses to Diário de um (ex)Acadêmico de Odontologia – Recém Formado #5

  1. andrea vidal says:

    Adorei…estou me enxergando nesse diário…um abraço

  2. Basilio says:

    Mais uma vez muito bom!

  3. Ana Tokus says:

    Pode ver… a maioria das primeiras experiências no mercado de trabalho são ruins. Dificilmente alguém conta que caiu, de cara, no lugar certo. Mas acho que essas “furadas” são essenciais pra gente crescer… eu aprendi demais com as minhas.

    Muito bacana, Luiz! 😀

  4. Parabéns por nos contar a sua experiência Doc! 🙂

  5. Ainda guarda suas anotações ??? hahahahahahhaa

  6. Wesley Castrucci says:

    Olá Dr° Luís Rodolfo;

    Definitivamente o Dr Luís Rodolfo é um profissional extremamente qualificado, tive a oportunidade de acompanhar o trabalho desempenho por ele no Pronto Socorro da APCD na dita época, e saliento e faço das palavras dele as minhas, os caros recém formados em Odontologia, seria uma ótima e proveitosa oportunidade de lapidação profissional o estágio voluntários nas dependências do PS Central da APCD, ressalvo que a Drª Tânia dará suporte total ao desenvolvimento de um trabalho sastifatório e de qualidade.

    Um Abraço,

    Att.
    Wesley Castrucci

  7. Frank Botega says:

    Ótimo texto e os desenhos dos pré-molares tbm são muito bons!
    Tu é fera!
    Abraço Luiz

  8. thiago colares says:

    será q em todo canto é assim? o protético manda em tudo? pq será q nós dentistas não acreditamos em nos mesmo e montamos um consultorio? nós somos a mola mestra, sem nos esses proteticos nao podem fazer nada! nos submetemos a um trabalho escravo por uma porcentagem miseravel… se no fim do mes olharmos a contabilidade da clinica popular teriamos coragem de arriscar, eu to criando e se der certo no fim do ano resolvo essa situação. por exemplo onde eu trabalho os procedimento de rest sao de 25 a 50$, exo de 20 a 80$ canal de 150 a 300$ no fim do mes a clinica fatura de 10 a 12 mil. entao vamos criar coragem e sair dessas clinica onde pessoas nao capacitadas querem ser nosso patroes… jah sabemos q plano nao vale a pena.. agora vamos sair desses consultorios do sub mundo da odontologia

  9. Richelle says:

    tô nessa fase de recém formada agora e algo me diz q vai ser no mínimo reconfortante ler esse ‘diário’. rs

  10. Pingback: Atenção Dentista Neófitos: Um post com vários artigos! | ORTOBLOG

  11. Pingback: 10 Dicas para um Recém-Formado em Odontologia! - Ortoparatodos

  12. Pingback: Formatura... E agora ? - Clínica Odontológica em Salvador

  13. Pingback: Récem-Formados - Montar consultório ou não ??? - Vida de Dentista

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*