Pacientes: Convênio Odontológico é bom? Qual escolher?


Esse assunto é muito delicado de se lidar. Neste primeiro Post sobre os convênios odontológicos, vou fazer uma abordagem voltada aos pacientes. Em uma próxima oportunidade, tratarei do assunto, levando em consideração o ponto de vista dos cirurgiões dentistas.

Uma coisa que você paciente precisa saber: A grande maioria dos convênios odontológicos não tem um tabela de procedimentos com um preço justo, que será repassado ao cirurgião dentista. Elas estão muito abaixo de tabelas sugeridas pelo Sindicato do Odontologistas e pela Associação Paulista dos Cirurgiões Dentistas.

Atenção pacientes: Eu sei como vocês se sentem quando sentam na nossa cadeira para fazer uma restauração que quebrou e acabamos achando mais coisas para fazer. O paciente que é leigo na área de odontologia tem que confiar em seu dentista quando ele propõe outros tratamentos que ele achava que não seriam precisos em sua boca. Comparo a sensação dos pacientes com a sensação que eu tenho quando vou ao mecânico.

Certa vez, fui ao mecânico trocar a lanterna do meu carro que havia queimado. Ele abriu o capô do carro e deu aquela olhada geral. Ele soltou uma tampa e tirou uma esponja branca meio suja. Aí ele falou: “Tem que trocar esse filtro de ar”. Não estava previsto e eu não entendo nada de automóvel. Sei ver que o filtro estava meio escurecido, mas quem sabe ele não escurece nos primeiros dias de uso? Aí o mecânico dá o orçamento: “Se trocar o filtro fica mais R$100,00.” Poxa, mas eu fui lá pra gastar R$ 15,00 no máximo, para trocar a lanterna! Eu sei como vocês, pacientes, se sentem na nossa cadeira. Resolvi confiar no mecânico e troquei o filtro.

Sempre tem coisa para fazer na boca se você não vai ao seu dentista com uma regularidade de pelo menos 2 vezes por ano. Sempre. Nem que seja uma troca de obturação, uma nova cárie que está surgindo, uma limpeza ou raspagem para fazer ou até dar uma reforçada no clareamento.

Vantagens ao adquirir um convênio odontológico:

- O Convênio vale à pena, em termos, quando você não está com sua saúde bucal em dia. Se você tem canal para fazer, raspagem periodontal ou muitas obturações que deseja trocar. O preço de um convênio odontológico pode ser de apenas R$ 12,00 por mês. É muito barato mesmo. Tão barato que até faz você pensar, não é? Isso, claro, se negociado como plano empresa e você não terá direito à muitos tipos de tratamento. Seria como aquela primeira categoria do plano de saúde médico, em que você só tem direito à enfermaria.

- Você poderá usar os pronto socorros odontológicos conveniados. Em qualquer situação de dor ao queda de prótese ou quebra de obturação estética ou de dente, todos convênios tem cobertura de pronto atendimento.

- Os melhores convênios são aqueles que trabalham com reembolso. Podem ser mais caros, mas você escolhe o dentista que vai atender você.

- Ter convênio odontológico quando a empresa fornece ou paga metade é muito bom. Você acaba gastando quase nada e tem o convênio no caso de alguma urgência.

Desvantagens de ter um convênio odontológico:

- Você não vai poder escolher de fato o seu dentista. Vai ter que optar por algum da lista de conveniados.

- Muitos tratamentos não são cobertos. Alguns convênios não cobrem clareamento, ortodontia, ou implantes.

- É difícil marcar horário. Os dentistas preferem, obviamente, marcar seus pacientes particulares com mais urgência do que os de convênio, pois o convênio paga muito pouco por procedimento.

- Pode ser que o dentista que você está passando seja descredenciado ou se descredencie do convênio no meio do seu tratamento. Aí, para trocar, é um incômodo de burocracia e você vai ter que passar com um novo dentista, que às vezes você nem conhece.

- Os horários são menores. O dentista tem que ganhar no giro de pacientes. Então, ao invés de atender 10 ou 8 pacientes por dia, com tempo e qualidade, ele acaba atendendo 20 ou 25 na correria. Isso acontece com médicos também. Experimente, um dia passar em um médico pagando particular. A diferença de tempo de consulta e de atendimento é clara, muitas vezes. Não deveria ser. Muitos se esforçam para que o atendimento seja igual, mas às vezes não dá.

- Pode ser que você passe um ou dois anos pagando o convênio odontológico e nem use, fugindo do dentista. Aí, você está jogando dinheiro fora.

- Alguns procedimentos podem não ser aprovados. Às vezes, pedimos alguns procedimentos e o convênio não aprova, mesmo que você tenha direito. Aí, ficamos presos na burocracia e seu tratamento empaca.

- Cuidado com promessas de vendedores de convênio. Eles fazem de tudo para vender e os contratos têm letras miudinhas. Leia todas elas com atenção. Alguns planos tem carência e fazem você pagar até 3 meses antes de poder marcar uma consulta. E não deixe de pagar uma parcela sequer. Eles bloqueiam seu tratamento na hora e tudo se complica.

Minha dica:

Se você está com a boca em dia, você não precisa de convênio odontológico. Faça a conta comigo:

Imagine que você pegou um convênio legal, pagando R$ 25,00 por mês. No ano, você gastaria – R$ 300,00, certo?

Se você for 2 vezes por ano no dentista particular e fazer uma pequena limpeza, ou raspagem de uma sessão, uma profilaxia (aquela escovinha giratória com pasta de dente) e aplicação de flúor, você vai gastar aí, em média, R$100,00 ou R$ 150,00 por sessão, à cada 6 meses. Que dá no ano – R$ 200,00 ou R$ 300,00 reais. (Que seja um pouco mais, ué? Lembre-se que você está escolhendo seu dentista e passando como particular.)

Sério mesmo. Seguindo as orientações de seu dentista e tomando os cuidados com a higiene bucal, escovando os dentes de 2 a 3 vezes por dia e passando fio dental (bem passado) uma ou duas vezes por dia, você, seguramente, vai gastar menos no dentista particular do que com o convênio, fazendo consultas de Manutenção e Prevenção.

A sua vovó já dizia que prevenir é melhor que remediar. Essa frase se encaixa como uma luva na odontologia. Sua saúde bucal e a saúde do seu bolso saem ganhando.

Caso você queira adquirir um convênio odontológico, pesquise bem. Pergunte ao seus amigos que tem, procure na Internet, converse com os dentistas. Pesquise e não aceite a primeira proposta que lhe derem ou nem a mais barata. O barato sai caro (outro frase antiga, só que essa é de vovô!)

Você tem reclamações ou elogios sobre seu convênio? Discorda das informações dadas aqui? Concorda? Dê a sua opinião! Comente!

Alguns Links que tratam do assunto:

http://www.netdentista.com/2010/05/convenios-odontologicos-rir-para-nao.html

http://wp.clicrbs.com.br/acertodecontas/2010/08/16/alertas-para-a-contratacao-de-planos-odontologicos/?topo=52,1,,,171,77

Um Abraço,

Equipe DicasOdonto

Luiz Rodolfo


Fatal error: Uncaught Exception: 1: An unknown error occurred thrown in /srv/www/sites/dicasodonto/public/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273