Músicos, instrumentistas de sopro, são considerados pacientes especiais em odontologia

Essa conquista se deve à luta do cirurgião dentista Alexandre de Alcântara. Por estar rodeado de familiares instrumentistas, principalmente de sopro, acabou percebendo que os músicos dessa área necessitam de atendimento especial. 

Músicos e odontologia4

Todo mundo aqui já deve ter visto ou ouvido uma pessoa sem os dentes da frente falar. Fica muito mais difícil, além de ouvirmos um leve assobio na hora que a pessoa vai pronunciar palavras com a letra “F” ou “S”. Imaginem então a importância que todo  o aparato bucal tem para um músico de sopro, que usa a boca constantemente em seu trabalho. Os músculos da face, os lábios e os dentes fazem papel fundamental para o desempenho desse profissional.

Em julho de 2012, o CFO (Conselho Federal de Odontologia) aprovou a inserção dos músicos instrumentistas de sopro na especialidade de Pacientes Especiais. Isso significa mais estudos e cuidados com esses pacientes. 

Músicos e odontologia 2

Isso abre muitas possibilidades para os músicos instrumentistas de sopro. A possibilidade de mais pesquisas na área, de interesse de outros dentistas em atender essa população e a própria mobilização dos próprios músicos que devem ter cuidados odontológicos diferenciados e acompanhamento.

Músicos e odontologia 3

Quer saber mais?

Acesse o Blog – MÚSICA E ODONTOLOGIA

Página do Facebook – MÚSICA E ODONTOLOGIA

Um Abraço,

Equipe Dicas Odonto

2 Responses to Músicos, instrumentistas de sopro, são considerados pacientes especiais em odontologia

  1. Angela Schneider Loyola says:

    Gostei da matéria, Alexandre! Visual legal, comentários inteligentes! É por aí!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*