Sessão – “O que te irrita, dentista?”


Outros Blogs que tem a Odontologia como tema principal, talvez já tenham abordado o assunto. Não me recordo de ter lido nada recente sobre isso, mas “O que te irrita, dentista?” é uma listinha de tópicos que vem para darmos aquele desabafo bem humorado das pequenas coisas que nos irritam na prática odontológica.

As dez primeiras coisas que me irritam:

1) Paciente que assim que entra na sala de atendimento, antes de responder ao meu cumprimento, já vai reclamando: “Que sala gelada. Nossa, abaixa esse ar condicionado!”

2) Paciente que mente quando perguntamos se passa fio dental todos os dias.

3) Quem cospe fora da cuspideira.

4) Quem senta no mocho (cadeira do dentista), quando convido a pessoa à sentar.

5) Odeio quando o paciente fala de cara que odeia dentista.

6) Quando o cidadão, ou a cidadã agarra sua mão no meio de uma anestesia.

7) Quando o paciente escarra ao invés de cuspir

8 – Quando a a gente fala: “Por favor, mantenha a boca aberta” e 2 segundos depois, o paciente fecha ou resolve falar alguma coisa.

9) Quando o paciente fuma bem antes da consulta. Sério, o cheiro é nauseante.

10) Quando a língua do paciente fica maluca e começa a “saga do rolete de algodão”.

Tem mais? Tem muito mais! Ajudem aí!

E para sermos democráticos, como somos aqui, vou fazer esta pergunta aos pacientes do Pronto Socorro onde tenho um grande giro de pacientes. Vamos ver o que odeiam na gente e, dessa maneira, melhorarmos também no atendimento e nos pequenos detalhes.

Um Abraço,

Equipe Dicas Odonto

49 Responses to Sessão – “O que te irrita, dentista?”

  1. Paula says:

    Uma das coisas que mais me irrita é a saga do sugador. O paciente não segura firme, deixando ele sair da boca, cair no chão, não suga nada e quando resolve segurar direito, nunca coloca a droga no lugar certo. Em muitos casos eu trabalho com 3 mãos, pq além de fazer minha função ainda tenho colocar o sugador no lugar certo o tempo todo. :/
    Bjs para vc Luiz! 🙂

  2. Rivaldo Junior says:

    O paciente liga pra secretária 2h antes da consulta pra confirmar o horário e…. Falta a consulta. Dispensa comentários né?

  3. DAIANE COSTA says:

    Muuito bom o post!

  4. Paciente impaciente…….Principalmente com Prótese.
    _ Dra. é a definitiva…..Na primeira consulta com o provisório!!! afffffff

    Paciente que reclama de tudo e de todos!
    BJs
    Lili

  5. paciente que acabou de fazer uma restauração estética, pede um espelho e olha a restauração a UM CENTÍMETRO DE DISTÂNCIA! Na real: quem olha os dentes dos outros a um centímetro?

  6. Roberta says:

    Paciente que pensa que é dentista e chega na primeira consulta com o diagnóstico, prognóstico, plano de tratamento e “orçamento” já fixado… 🙁

  7. Mimaskovic says:

    Paciente que não paga !

  8. Ana Cláudia says:

    Paciente com dentes despolpado e ainda fala q ta doendo!

    • Jéssica renata says:

      Pensava que vocês eram gentis como fingem. Pelo jeito vocês odeiam tudo , mas quando vai pegar nosso dinheiro
      .isso não e ruim ne…hipócritas mesmo credo

      • Anitta says:

        Hippcritas mesmo viu.Ridículo esses comentários!!Pq se não gosta e n tem paciência,n sei pq continua na profissão!! Em qualquer tipo de trabalho vamos conviver com pessoas de todo jjeito.Então aceite e engula pq se n fosse os pacientes ,o q seria de vcs??!

  9. João Vitor Lima says:

    Paciente que insiste em te ensinar os procedimentos…
    Vc destampa o tópico…
    – Ah.. agora tem como vc passar akela pastinha?
    Vc tá preparando a carpule…
    – AH.. agora tem como anestesiar?
    Vc acabou de tirar a carpule da boca do pc…
    – Ah.. tem como vc esperar a anestesia pegar.. uns 2 minutinhos?
    Vc pega o espelho pra seguar a “lingua-participativa” do pc…
    – Ahh.. Tem como ter cuidado com a lingua, pq é muito lá atras??
    Vc acabou de dar a ultima luz…
    – Tem como bater o carbono?
    Vc acabou de checar a oclusão e não marcou nada…
    – É agora acho q Tá legal;…

    Na boa.. onde eles aprendem isso??

    0.o

  10. Alexander Bagio says:

    odeio fazer profilaxia na região de molar inferior, quando a saliva começa a enrolar na escova, é uma das coisas que mais me da nojo…hashhausha

  11. Pingback: Sessão – “O que você ama, dentista?” | DicasOdonto

  12. Nathalia says:

    Paciente anestesiado que diz “Ih Dra acho a anestesia ainda nao pegou”

    a saga do rolete de algodao com a lingua do paciente

    e p. mim a pior de todas é qdo agente pede p. paciente nao fechar a boca e ele fecha p. engolia a saliva, logo apos a aplicacao do primer…

  13. MARIELA says:

    a)Quando resolvo atender uma criança com menos de 5 anos, e a mae ou o pai ficam narrando os fatos, demonstrando medo por parte deles…sendo q a criança não está nem aí.
    b) Quando o paciente quer cuspir toda hora.
    c) Eu sou ortodontista…entao quando o paciente, apos uns 6 meses, ja se encontra com os dentes nivelados e alinhados, começa a perguntar: – Dra. que dia vou tirar esse aparelho….
    Sendo que ainda tenho q ajustar as raizes desse paciente.
    d)Quando o paciente jura q vai te pagar ate sexta feira..e nao leva o $$$ no dia..chegando so na semana seguinte, e ainda com um cheque pre-datado pra 30 dias.
    e) quando te encontra na rua, e fica abrindo a boca no meio do supermercado, igreja, escola dos filhos, ou sei la mais onde………
    f) quando vc tira a luva, mascara, jaleco e tudo mais….e o paciente vira pra vc e fala….Dra. minha restauraçao ta alta……
    Dente muitas outras…..kakkakakakaka (Tem que rir pra nao chorar)

  14. MARIELA says:

    Ah…lembrei de outras 2…so que essa ta mais pra piada…………akakaka
    Trabalho tambem em um posto de saude, com pessoas mais humildes….existem casos em que peço pra pessoa deitar na cadeira.. entao ao inves de deitarem da maneira correta, acabam colocando a cabeça do lado em que tem q colocar os pes. Dá vontade de falar assim: Hei sou dentista e nao ginecologista.kakakka
    –outra: peço pra cuspir, e ao inves de irem direto pra cuspideira, tem uma reação imediata, de virar para o meu lado , e armar o cuspe….entao la vai eu : opa nao cospe em mim nao…..akakakak
    — ainda falam: Dra. passa pra mim um diclofenaco, paracetamol e uma amoxicilina. Já sabem ate o que tomar..
    – Mas o que me irrita mesmo, é quando o paciente chega com as 4 bandas do aparelho, alguns bracketts, e o fio mastigado, tudo na mao, e diz: Eu comi farofa, e abri uma garrafa com os dentes……….é de matar nao………

    • dicasodonto says:

      Essa do “Pode Cuspir” e o paciente arma o cuspe virando para gente é comum comigo tb! Eu já aponto para a cuspideira: “É lá que cospe! É lá!”. Muito bom o comentário!!!

    • Anitta says:

      Muito hipocrita!!comentários desnecessários.Muita falta de respeito com as pessoas e principalmente com pessoas humildes.E n sei pq continua na profissão!!

      • Dicas Odonto says:

        Não tem nada a ver com gente humilde ou não. O artigo serve como desabafo e para que possamos nos entender melhor, como vimos em um comentário muito sensato aí acima. Toda profissão tem suas “chatices” e nem tudo neste mundo são flores. Entender melhor as pessoas nos torna mais tolerantes e quem sabe a gente não repete aqueles comportamentos que sabemos que irritam as pessoas.

  15. claudia says:

    Tá vcs estão certos isso tdo é mto chato. Não sou dentista e até peço desculpas pela intromissão mas tenho que falar Odeio quando vou ao dentista e o mesmo olha minha boca e começa a dar sermão. Putz eu penso será que errei de local e vim parar numa igreja ? E pior o padre agora usa branco ? Rsrs desculpa ai gente!

    • dicasodonto says:

      Hehehehe, Você tem razão, Cláudia! Vou fazer o Post: “O que te Irrita, paciente” e dar espaço para os pacientes colocarem suas irritações com a gente! Obrigado pelo comentário!

  16. Paciente que não passa desodorante antes da consulta…sem mais.

  17. JOEDY SANTA ROSA says:

    Paciente que faz um tratamento de canal, e vem no outro dia , com um dente do outro hemi arco, falando que o dente que vc tratou o canal é quem tá doendo…Ai…que raiva…

  18. polyana says:

    Em tão pouco tempo de formada eu já me identifiquei com todos os ítens do post E dos comentários, crê?! Belo post!

  19. lipe says:

    nao escolheram ser dentista ? agora aguentaaaaaaaaaaaa ,dentistas em geral tem qe morrer de fome .o cambada vio?

    • dicasodonto says:

      Espero que você nunca precise dos serviços de um dentista. Eu não espero que você morra, muito pelo contrário. Espero que tenha uma vida longa e sofrida, com muitas dores de dente. Vou ali morrer de inanição e já volto.

    • Nathalia Cardoso says:

      Nossa q comentario… Bom, ja que voce tem essa revolta com o dentista, faca uma greve e nao va mais, mas se estiver com dor, continue na greve!
      bjinhos…

    • Julia says:

      Vai mudar muito a nossa vida a sua revolta, e não se esqueça: Tudo que desejas ao próximo, voltará pra você!

  20. Eneas says:

    Com certeza a língua com vida própria, o paciente que não abre a bendita boca e, principalmente, a mão que segura a mão do dentista, são os mais irritantes!! E isso sem falar naquele paciente que, ao ouvir ou ver o orçamento solta o velho “pq isso tudo doutor??”, mas que gasta 10 vezes aquele valor num “pequeno” acessório para o seu carro, por exemplo, sem chiar e achando bom. Só rindo mesmo.

  21. Luiz Horta says:

    Paciente marcado para um determinado horário, chega 1 hora atrasado e diz que o horário dele era aquêle, querendo te fazer de bobo , e ainda fica de cara feia na sala de espera querendo ser atendido!!!

  22. Luiz Horta says:

    Paciente que senta na cadeira e como as mãos na nuca, como se tivesse deitado na praia , com o cotovelo na sua cara!!!

  23. Ramos says:

    Então o felizardo do Lipe acha que dentista tem que morrer de inanição??? Legal…
    Hummm… sabe o que eu penso? Vida longa e de eterna sensibilidade dentinária à tudo e em todos os dentes… daquelas que só de abrir a boca e respirar, sujeito torce a cara!!!
    E o que é melhor, sendo seu melhor amigo o dentista… assitindo tudo de camarote, e sem morrer de inanição… pelo contrário, com uma bela e geladíssima cerveja na mão, por nós sabemos o que fazer para não termos sensibilidade dentinária…

  24. Julia says:

    Coisa que eu detesto é quando faço uma restauração na interproximal e passo uma tirinha de lixa. O paciente descobre a bendita lixa e quer que eu passe entre os outros dentes, acusando que ficou resto daquela restauração que, no mínimo, é no outro arco…

  25. Flávia says:

    A lingua dançando quando vc está lutando para remover uma carie no ultimo molar inferior.
    Aquele paciente que só pq pagou tudo quer que faça tudo em um dia!
    Aquelas que vão com a boca mais parecendo um palhaço,de tanto batom…
    E o pior,o que me irrita mais,é quando eles ficam comercializando os valores..tipo,”se rancar sem anestesia,ou se não der ponto,tem desconto?” Afff

  26. Nah says:

    Nossa, altas risadas!
    Estou louca e indecisa em que me formar. Desejo mesmo fazer odontologia, mas ainda tenho muitas dúvidas. Pelo que vi, não é tão ruim assim aguentar certas coisas.. Dependendo do que acontece, até o dia fica melhor com algumas boas risadas.. Tudo de bom pra todos e muito sucesso!

  27. Ana says:

    Não sou dentista, mas vou muito ao dentista por uso de aparelho, eu acho que ta faltando um pouquinho de paciencia dos dentistas tb. Assim como acho que o comentario que os destistas deveriam morrer de fome abominável, penso que alguns dentistas estão esquecendo que pacientes pagam o pelo serviço (tirando os engraçadinhos que “esquecem).
    Será que todos os dentistas esquecem q a pessoa ali está pagando e não pedindo favor?
    Com todo o respeito ao profissional que é bom na sua área, mas certamente não sabe fazer coisas que o paciente faz em sua profissão. Daí eu penso sou obrigada a saber todos detalhes de um procedimento. Eu tenho uma muito boa em minha experiencia com dentista. Eu perguntei como colacaria elastico se ela mesma durante o uso de seu alicate , qubrou o bracket que fica no canino e não repos a peça como combinou e ela me respondeu: Se vc quer descobrir vai fazer uma faculdade de odontologia, bom eu não pago pra ouvir asneira de dentista que me cobra caro e reclama do paciente.

  28. Ana says:

    Sinceramente acho que esta faltando um pouco de compreensão dos 2 lados. O destista não esta fazendo favor ele recebe pra isso. (quem n paga e outra historia)
    Com todo o respeito ao profissional que é bom na sua área, mas certamente não sabe fazer coisas que o paciente faz em sua profissão. Daí eu penso sou obrigada a saber todos detalhes de um procedimento. Eu tenho uma muito boa em minha experiencia com dentista. Eu perguntei como colacaria elastico se ela mesma durante o uso de seu alicate , qubrou o bracket que fica no canino e não repos a peça como combinou e ela me respondeu: Se vc quer descobrir vai fazer uma faculdade de odontologia, bom eu não pago pra ouvir asneira de dentista que me cobra caro e reclama do paciente.

    • Jéssica renata says:

      Esta certíssima Ana. Os comentários aqui dos profissionais estão até me deixando com dúvidas se volta ou não pra terminar meu tratamento…af

  29. Luci Alves says:

    Não sabia que era obrigação do paciente ficar segurando o sugador, e quando o paciente fuma a máscara não protege de certos odores?

  30. José Roberto says:

    O problema é que a maioria dos dentistas “se acha”, quando na verdade deveria estar mais preocupado com o bem estar da pessoa que o está procurando por necessidade. É o mais importante, pagando por isso. O ato odontológico é de interação, uma vez que o paciente, apesar de anestesiado está consciente, é sensível, enfim, um ser humano que se entrega aos nossos cuidados. Falta-nós um pouco de humildade?

  31. Soraia says:

    Quando paciente fica teclando no celular durante o atendimento e alguns até quando estão com a boca aberta, mesmo com uma plaquinha enorme indicando a proibição do uso durante o atendimento. Eu paro o que estou fazendo e fico encarando o paciente com cara de bolacha.rs

  32. Jéssica renata says:

    Bem triste os profissionais reclamando dessa forma , por serviços pagos . Me fazem sentir até medo de ir me tratar. Sinceramente profissionais ” que acham defeito em tudo e ainda vem aqui pra falar bosa de quem paga é osso hein. Grande bosta ser formado eu também sou..e nem por isso me acho com minha área , ao contrário dependo das pessoas pra ganhar dinheiro e meu profissionalismo jamais chegaria a isso aqui. Mais cuidado com oque falam , vão perder muitas pessoas que vão preferir ficar com os dentes podres à ter que ir a um dentista que implica com tudo.

  33. Juliano says:

    Eu carrego comigo cinco anos de tratamento ortodôntico. Minha aversão aos dentistas se foi com as experiências muito positivas que o meu orto. e minha cirurgiã-dentista me proporcionaram. Digo que se os dois lados não são compreensivos entre si, só se tem a perder. Quando eu precisei fazer lá os meus tratamentos de cárie, dei o meu melhor para não atrapalhar e facilitar o trabalho, mantendo a boca aberta e seguindo as instruções até terminar. E deu tudo certo.

    O paciente tem dúvidas e é por isso que faz – e deve fazer – perguntas. O dentista precisa se atentar a isso e buscar sanar essas dúvidas, até porque está sendo pago para atender aquele paciente e a qualidade do atendimento determina a reputação. Se eu sou bem atendido, vou recomendar a alguém que precise, se sou mal atendido, vou avisar sobre a qual dentista a pessoa não deve ir.

    Resta-nos aprender com os desabafos daqui. Vamos todos ser mais compreensivos com nossos drs. para ajudá-los a cuidar da nossa saúde bucal. E, dentistas, também sejam compreensivos conosco… e não coloquem o sugador na garganta de seus pacientes, ok?

    Grande abraço e sucesso a todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*