Que siso foi esse? – Paródia Odontológica

Olá amigos do siso! Mais uma paródia odontológica recém saída do forno, dos estúdios Dicas Odonto Produções. “Que tiro foi esse?” virou “Que siso foi esse?” nesta pequena paródia odontológica que emula a reação que temos ao diagnosticar certos sisos. Claro que depois damos um jeito de tratar os problemas relacionados ao dente do juízo. Lembre-se sempre consultar seu dentista.

A intérprete “Momo Larzinho” canta esse som. Jojo Todinho consagrou seu “Tiro” como hit do Carnaval virando inúmeros memes e vídeos por toda Internet. O Blog Dicas Odonto não ficaria de fora dessa! Cante com a gente – “Que siso foi esse, é virado?”. Muitas vezes o dente do siso precisa ser extraído por não ter espaço para erupcionar na boca ou por estar com problemas de difícil resolução como cáries profundas que atingem o canal do dente. Geralmente (não é uma regra) não se trata o canal de dente do siso. A posição dele dificulta muito os procedimentos da endodontia, muitas vezes levando a sua extração. Fato é: se ele tem espaço e está bem cuidado, ele fica. Se não cabe ou se foi muito destruído por cárie ou se tiver causando cárie no dente vizinho, ele sai. Tudo isso vai ser avaliado pelo seu dentista. 

Em alguns casos o siso vem deitado e incluso, isto é, totalmente dentro dos ossos maxilares. O incluso precisa ser avaliado com critério “se sai ou se fica”. Já o dente semi-incluso quase sempre é problema. Ele fica apenas com um pedacinho aparecendo na boca e muitas vezes por estar mal posicionado, ele “trava” e não erupciona. Ele fica ali meio dentro e meio fora. Com isso, a gengiva e o ligamento periodontal não se formam corretamente, deixando um espaço que acumula sujeira muito fácil, no canto da boca, um local bem complicado de limpar. Muitas vezes essa região inflama causando o que chamamos de Pericoronarite. Um abcesso nesta região em volta de um dente semi-incluso que dói horrores.

Viu como o “Que siso foi esse?” ajudou você a aprender um pouquinho mais sobre esse dente curioso? Nosso 3º molar. Quer saber mais? Veja outros artigos sobre sisos aqui no Blog Dicas Odonto (basta digitar “siso” na busca) e compartilhe nossa postagem! Que siso foi esse? 

Um Abraço,

Luiz Rodolfo

36º CIOSP – mais do mesmo, para o bem e para o mal

Seguindo uma tradição anual aqui do Blog, vamos fazer um apanhado do que aconteceu neste último CIOSP – Congresso Internacional de Odontologia de São Paulo, o 36º da série histórica, que acontece atualmente uma vez por ano no Expo Center Norte e movimenta milhares de dentistas, técnicos em prótese dentária, equipe auxiliar, acadêmicos e empresas do ramo odontológico de todo o mundo.

Um lugar para reencontrar amigos, colegas e conhecer os lançamentos e novidades das empresas da área da Odontologia. Produtos com preços especiais, condições de pagamento diferenciadas, palestras, Hands On e depois de tudo isso socializar na praça de alimentação. Veja alguns destaques e observações: 

    • Desorganização na entrega de crachás – muitos congresssistas não receberam o crachá em casa e tiveram que enfrentar filas que saiam para fora do pavilhão do Expo Center Norte e ficar sob um sol escaldante. Ouvi relatos de colegas que passaram quase 2 horas na fila. Na era digital, bastava a APCD enviar um .PDF com código de barras para os congressistas imprimirem em casa. Gente na fila significa menos gente circulando na feira fechando negócios.
    • Filas do brinde – As grandes marcas de escova e pasta de dente continuam atraindo centenas de participantes em suas filas intermináveis em troca de brindes e atividades de auditório (como pescaria e gincanas) que nada tem a ver com o que se espera de um congresso científico. Neste ponto, concordo que as empresas estão fazendo seu papel. Estranho é tanta gente perder tempo de vida e de congresso numa fila para ganhar brindes de pasta de dente que ganhamos ao longo do ano através dos representantes das marcas quando eles vêm ao nosso consultório. Sem fila. 
    • Divisão organizada dos Estandes – Isso foi uma grande conquista. Não me lembro se os estandes já seguiam essa ordem, mas eles estavam organizados mais ou menos por tipo de produto. Por exemplo, grandes marcas de equipos e cadeiras odontológicas estavam quase todas juntas em um espaço, enquanto que empresas fabricantes de implantes dentários e biomateriais ficaram em áreas próximas. Uma feira segmentada, mais fácil para o congressista.
    • Palestras nos Estandes – parar no corredor para ver uma apresentação, ou entrar em um espaço de algum estande para se atualizar são oportunidades gratuitas e muito bacanas no CIOSP. Quase todas grandes empresas estavam com uma grade bem interessante com grandes nomes da Odontologia nacional e internacional.
    • Estande fechado pela Vigilância Sanitáriaque papelão. A vigilância lacrou um estande por estarem vendendo produtos sem registro na ANVISA. Papelão da organização que deixou passar uma empresa como esta. Saiba mais AQUI.
    • Ônibus circular gratuitoum dos melhores e mais funcionais benefícios. Usei todos os dias como ida e volta do metrô Tietê. Rápido, confortável e com ar condicionado. O transporte é praxe dos Congressos e nos faz economizar R$ 45,00 de estacionamento. Se você fosse todos os dias (como eu fui), gastaria R$ 180,00 só para parar o carro no sol. Ou na chuva. 
    • Um agradecimento –  A Kavo Kerr Nobel Biocare mais uma vez inovou reservando um espaço de seu estande ao encontro de Digital Influencers, Blogueiros e seus seguidores e parceiros. Um obrigado infinito a esta empresa muito especial que está presente no dia a dia da Odontologia brasileira e mundial.

E você? Curtiu o evento desse ano? Vai no ano que vem? Deixe suas impressões nos comentários.

Um Abraço,

Equipe Dicas Odonto

Fóssil de Maxilar Superior Humano é achado em Israel

Diferente do que os sites brasileiros vem postando, o fóssil de Homo sapiens encontrado em uma caverna em Israel recentemente não é da mandíbula e sim do maxilar superior. Um erro de tradução e de anatomia. Junto com ele podemos ver 7 dentes e uma raiz residual ou um dente que acabou se quebrando pelos anos.

Crédito: Gerhard Weber, Universidade de Vienna

Segundo publicação da revista Nature, o fóssil é o mais antigo já encontrado fora da África (datado com cerca de 177.000 a 194.000 anos de idade). Os pesquisadores acreditam que o pedaço encontrado seja de um Homo s. apiens. Com essa descoberta, muito da cronologia da história humana pode mudar, inclusive com possíveis interações desses Homo sapiens que migraram da África com outras espécies de seres humano já extintas hoje em dia como os Homo neanderthalensis.

Os pesquisadores ainda publicaram um estudo, utilizando tomografias e reconstruções em 3D. Interessante ver a presença de um 3º molar, isto é, um siso, além de marcas que sugerem um leve bruxismo ou apertamento dental. Esse pedaço desse Homo sapiens nômade, coletor ou caçador ficou escondido em uma caverna de Tel Aviv por quase 200.000 anos.

É possível “viajar” um pouco olhando para esta imagem sensacional. Como será que era a dieta deste ser humano? Caçava mamutes? Era homem ou mulher? Andava em um grupo de quantas pessoas? Tinha mais de 21 anos porque vemos um siso totalmente erupcionado. Não parece apresentar cáries. Será que já limpava os dentes? Será que tinha bruxismo? a ponta do canino parece desgastada, assim como a incisal do lateral. Ainda da para ver marcas de cúspides antagonistas no segundo pré molar e no molar. Um pouco de perda óssea no lateral e nos molares? O que mais vocês enxergam ou imaginam?

Um Abraço

Luiz Rodolfo

Dentista e o poder de dizer “NÃO” aos pacientes

Não! Desde que assisti a palestra do Dr. Miguel Stanley no Congresso da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética – SBOE – de 2017, tenho pensado sobre a atitude em relação ao poder de dizer “Não” aos pacientes. Como assim dizer “Não” aos pacientes? Acompanhe o raciocínio comigo.

Somos profissionais da saúde, cirurgiões dentistas, cada um de nós com uma bagagem de experiências clínicas aliada aos conceitos que absorvemos em nossas faculdades, especializações e cursos, somado aos nossos valores pessoais. Em cima disso, montamos uma filosofia de trabalho, conscientemente ou não. Dentro desta filosofia, estão a gama de serviços que oferecemos e executamos em nossos pacientes. E se um paciente me pedir algo fora do que eu ofereço ou do que eu costumo fazer? E se o paciente insistir em fazer algo que não for indicado para ele naquele momento?

Todos nós já passamos por situações como essas. Você aceita fazer todas as vontades dos seus pacientes? Muitas vezes nos passa pela cabeça: “Se eu não fizer, algum outro dentista vai fazer”. Aqui entra o tal “poder do não”. Geralmente, quando você foge do que está acostumado e abre uma exceção, as chances de insucesso aumentam vertiginosamente. Essa é a hora de trabalhar as expectativas do paciente.

Vamos ilustrar com um exemplo. As lentes de contato dentais são tratamentos que alcançam grande visibilidade nas redes sociais e na mídia em geral. Você é um dentista que faz grandes reabilitações e trabalha muito bem com prótese e dentística. Suponha que aquela paciente nova que entrou no seu consultório, chegou querendo fazer lentes de contato para melhorar seu sorriso. No exame clínico inicial, você percebe que todos os dentes da paciente são hígidos, naturais, sem restaurações, levemente amarelados e estão apenas um pouco fora de posição, situação que você – usando sua filosofia e conhecimento, baseado em seu diagnóstico – entende que poderia ser corrigida com aparelho ortodôntico e clareamento dental. Porém, o paciente insiste e abomina a ideia de usar aparelho. Ele veio pronto para fazer as lentes, inclusive, está disposto a pagar por isso. À vista. E aí? 

Entenda, fazer lentes ou facetas nesse caso hipotético não está errado, mas digamos que na sua concepção, você acredita que o melhor tratamento para aquele paciente seja o aparelho e o clareamento porque não evolve desgastes no esmalte dos dentes. Depois que os dentes forem desgastados, não tem volta. E você olha aquela paciente que não tem nem 30 anos de idade (muito nova para ter os dentes naturais desgastados) impondo um tratamento que você acredita não ser o mais indicado para ela. É “não”! Cobre a consulta, explique porque o seu tratamento de eleição é este e boa sorte para ela. Fim de papo. Somos os únicos que podem salvar o paciente dele mesmo. 

Ceder às vontades dos pacientes cegamente é complicado. Seja firme e forte e diga “não”. Se você acha que aquela restauração de amálgama está satisfatória, a radiografia mostra que está ela boa, o dente está sem sinais ou sintomas e você não costuma trocar amálgama por uma restauração de resina direta. Diga não. Às vezes, o emocional atrapalha nosso julgamento. Porém, fixe os pés no chão sendo objetivo, resolutivo e assertivo. Dá para fazer assim e assado, mas desse jeito aí que você está querendo, paciente, não é possível por isso, isso e aquilo. Você vai se livrar de prováveis problemas no decorrer do tratamento. Quem define o plano de tratamento é o dentista, não o paciente. O paciente ajuda escolher entre diferentes abordagens e planos oferecidos. 

Um Abraço,

Equipe Dicas Odonto    

Lábio com parestesia após extração dental gera indenização no Mato Grosso

A notícia que circula na Internet por meio do Estadão tem na manchete os dizeres “lábio paralisado para sempre”, o que é muito diferente de parestesia. E “para sempre”??? Porém, isso não vem ao caso. O que interessa é orientar os pacientes antes de qualquer cirurgia bucal, por menor que ela seja e dar todo o suporte necessário caso alguma intercorrência deste tipo aconteça.

Não existe exodontia simples. Sugiro a leitura de um dos artigos mais acessados do Blog Dicas Odonto – Parestesia, quando a anestesia não passa. Não deixe de ler os comentários para perceber como que os pacientes têm dúvidas sobre este assunto. As orientações pré operatórias ao paciente são fundamentais, tanto quanto o suporte pós operatório. No caso citado, uma paciente alegou estar com parestesia no lado esquerdo inferior após procedimento de extração dentária e entrou na justiça pedindo indenização.  

“A perda da sensibilidade no lábio inferior e no queixo esquerdo em decorrência de procedimento cirúrgico odontológico reflete negativamente no bem-estar, na integridade física e na harmonia facial da vítima, configurando dano moral indenizável, sobretudo diante da irreversibilidade do quadro.” – Parte do entendimento do desembargador que analisou o caso. 

Leia a Decisão completa AQUI 

A parestesia é um risco cirúrgico  e na maioria das vezes que acontece é reversível. Ela pode durar dias, semanas e até meses. Existe uma maior chance de acontecer em extrações de sisos ou na colocação de implantes dentários. Claro que tudo depende do dano sofrido pelo nervo e da região. O nervo tem uma recuperação extremamente lenta comparado com outros tecidos do corpo.

Isso nos chama atenção para duas ações administrativas importantíssimas: apresentar aos pacientes, antes de qualquer procedimento cirúrgico um termo de consentimento informado. Ele deve ser lido, explicado, assinado e anexado ao prontuário do paciente que também deve estar devidamente preenchido com relatório cirúrgico detalhado, intercorrências, datas corretas e assinado pelo paciente. Quando você vai fazer um exame como uma endoscopia no Hospital, você não assina calhamaços de papel? 

Termo de Consentimento Esclarecido CROSP – Faça o download aqui

Realize uma radiografia inicial – seja ela panorâmica ou periapical mostrando o estado em que o dente chegou até o seu consultório. Isso é fundamental. Radiografia é documento. Se a parestesia acontecer, dar todo o suporte para o paciente. Não deixar ele largado no mundo, dizendo que isso acontece. Existem medicamentos, aplicação de Laser e outros tratamentos no acompanhamento de problemas como a parestesia. Marque o paciente e avalie a evolução e a volta da sensibilidade. 

O centro odontológico onde a paciente realizou a extração, neste momento do processo, está obrigado a pagar uma indenização de R$ 20.000,00 por danos morais e a paciente ainda exige que sejam pagos os tratamento de reabilitação. Mesmo tomando todos os cuidados, também sugiro que todo dentista tenha um Seguro de Responsabilidade Civil. 

Um Abraço

Luiz Rodolfo

Equipe Dicas Odonto

Ident – Dentistas na Internet – Episódio 1

É com grande orgulho que apresento a você nosso primeiro programa/webinar no Ident, a rede social dos dentistas. Uma produção original do Ident junto com Fabrício Mendes do Blog Vida de Dentista, Juliana Lemes, a Odontodiva Deprê e comigo, Luiz Rodolfo, editor deste blog.

Clique na imagem e inscreva-se gratuitamente

Você tem um encontro marcado com a gente na segunda feira que vem, dia 15/01/2018, às 20:30h. Basta ter Internet, um notebook ou um tablet ou um smartphone. Sim, é possível assistir do celular! O programa será gratuito nesta transmissão ao vivo. Um bate papo descontraído, ao vivo sobre Internet, Mídias Sociais e Odontologia pela plataforma do Ident que você já pode se inscrever neste link – INSCREVA-SE PARA ASSISTIR O PROGRAMA DENTISTAS NA INTERNET – e ainda pode deixando suas dúvidas e perguntas sobre o assunto. 

Neste episódio vamos abordar a inserção dos dentistas nas redes sociais, sua utilização como plataforma de marketing digital, formação de perfil, comportamento, engajamento, fake news, google adwords, Facebook, Instagram e vamos responder ao vivo às perguntas dos espectadores. Uma troca de experiências muito interessante e edificante visando a valorização da profissão e o bom uso das ferramentas digitais. 

Para quem não conseguir assistir o ao vivo, estaremos presentes na plataforma de vídeos do Ident se você for assinante. Contamos com a sua presença e participação.

Um Abraço,

Equipe Dicas Odonto

Instagram Odontológicos – Melhores do Ano 2017

Em 2016, o Instagram do Blog Dicas Odonto venceu como Melhor Instagram Odontológico na categoria Criatividade e Variedades. Premiação criada pelo dentista Dr. Ricardo Klayn do Instagram @odontudo visa a valorização da Odontologia em uma competição saudável por votos em várias categorias predeterminadas.

De uns anos para cá, você deve ter percebido como o Instagram cresceu e se posicionou como uma das mais importantes e acessadas redes sociais da Internet. Além de fazer parte do grupo do Facebook de Mark Zuckerberg, a rede social tem se atualizado para trazer cada vez mais recursos para seus usuários. O Brasil está entre os cinco países que mais utilizam o Instagram. O “boom” de perfis ligados à Odontologia e Saúde Bucal acompanhou este crescimento, sendo usado como uma ferramenta de marketing digital ou mesmo para espalhar informações qualificadas sobre nossa área de atuação.

Estamos participando do Prêmio Melhores do Ano do Instagram Odontológico pela segunda vez consecutiva!Deixe seu voto até o dia 10/01/2018 VOTE AQUI@dicasodonto.

O Dicas Odonto conta hoje com quase 50.000 seguidores qualificados no Instagram, sem fakes, sem truques, obtidos de maneira orgânica com trabalho diário “de formiguinha” de postagens com conteúdo inédito, repostagens e participações em feiras e congressos. Sempre com um tom mais bem humorado e valorizando a profissão. Vote também nas outras categorias – veja no perfil do ODONTUDO.

Luiz Rodolfo

Equipe Dicas Odonto

Dentista e INSS – Operação Autônomos 2018

Profissionais liberais como a maioria dos cirurgiões dentistas são ou serão alvo desta grande operação da Receita Federal que agora vem cruzando seus dados com a Previdência Social. Você contribui através de GPS, mensalmente, com 20% sobre seus proventos? Não faz  a menor ideia do que seja uma GPS? Calma. Veja o que fazer para não pagar multas estratosféricas e regularizar sua situação até o final de janeiro de 2018.

Continue reading

Dúvidas jogadas na Internet sobre Odontologia

Vamos aproveitar o final do ano de 2017 para responder algumas perguntas que surgiram (e vão sempre continuar surgindo) em relação a saúde bucal e escovação dos dentes de crianças na Internet. Vejam nossas belas dicas:  

1. Minha filha tem uma mancha branca em um dente apenas. Isso é por causa do flúor da água de abastecimento?

Continue reading

Desejos de Natal do Dentista

Desejos de Natal dos dentistas – Recebido via whatsapp – autor desconhecido

Desejos de Natal dos dentistas

” -Desejo que sua matriz de poliéster não desapareça na mesa clínica.

– Que seu provisório não voe pelo consultório e a cor dele sempre esteja certa neste ano novo.

– Que suas limas não fraturem, seus canais não trepanem e que sua auxiliar não autoclave seus cones de guta-percha.

– Que em 2018 seus parafusos de implantes não rocem, não espanem, todos os seus enxertos peguem e que nenhum paciente tenha parestesia.

– Torço pra que seu protético não atrase serviços e que as suas próteses totais não precisem de reembasamento.

– Que no ano que inicia seus brinquedos de montar não sejam os modelos de gesso quebrando na hora de separar da moldagem.

– Peço a Deus pra que sua caixa de brackets jamais caia aberta no chão. Que você nunca mais encontre couve em fios e tubos, muito menos pelos e unhas.

– Faço votos que a energia elétrica do consultório não acabe na hora de polimerizar aquela resina de classe II da distal do 47.

– Desejo que seus pacientes de clareamento não tenham sensibilidade, os clareamentos endógenos não soltem as restaurações provisórias e cheguem à cor dos dentes adjacentes.

– Que nenhuma raiz dilacerada frature, e que seja um ano sem sepultamentos radiculares.

– Quero que nenhuma criança (nem adulto) morda seus dedos, esperneie ou urine durante a consulta e que ninguém tenha ânsia de vômito na moldagem.

– 2018 vai ser o ano que o revelador será trocado antes de abrir a película na câmara escura. Acredite.

– Um feliz ano novo sem pacientes colocando a língua em cima da cureta na hora da raspagem, e sem lamber a resina antes de polimerizar!

– Mais presentes de Natal, menos boletos de Dental!

– Boas festas e um convênio que pague o justo e não tenha glosa.

– Que sua agenda esteja cheia de pacientes, sua conta bancária cheia de zeros à direita e nenhuma iatrogenia pra chamar de sua.

– Um ano cheio de paz, felicidade, pacientes pagando à vista e em dinheiro.

 – Que nesse ano novo sua secretária tenha uma saúde de ferro! (E você também.) 

– Acreditem amigos … é de coração que desejo cada item desses a todos vocês !!!”

Autor desconhecido – Recebido via WhatsApp

Um Natal com muita paz, amor, saúde e um 2018 cheio de sucessos, alegrias e realizações. Desejo a todos amigos, leitores, colegas e parceiros do Blog Dicas Odonto

Um Feliz Natal

Equipe Dicas Odonto