Notificação Ação Trabalhista do SOESP – Sindicato 2017


Desde o início deste Blog, fazemos a “cobertura” dessas atitudes do Sindicato. Sim, o SOESP está novamente atrás de uma fatia do seu suado dinheiro. Já fomos surpreendidos por calhamaços de boletos com cobranças retroativas, com emails, com “notificação extrajudicial” e agora cirurgiões dentistas de São Paulo estão recebendo notificação de ação trabalhista promovida pelo Sindicato dos Odontologistas, com audiência já marcada para comparecimento. O que fazer? 

Estou recebendo mensagens de muitos colegas que estão preocupados com mais essa atitude do SOESP – Sindicato dos Odontologistas do Estado de São Paulo. Com a nova lei trabalhista aprovada pelo governo em julho, o pagamento de Sindicatos não será mais um item obrigatório do trabalhador. Acontece que a nova lei ainda não entrou em vigor (espera-se que entre à partir de 2018) e o Sindicato vai fazer das tripas coração para tentar levar algum dinheiro que ele supostamente teria direito por lei. Se você recebeu essa notificação judicial, acalme-se e analise os pontos a seguir.

Continue reading

Técnica de Clark – Radiologia – Dicas Odonto


Imagens radiográficas são representações em duas dimensões de estruturas que tem três dimensões. O que vemos nos filmes radiográficos nada mais é do que a “sombra” das estruturas duras do nosso corpo. Tendo isso em mente, lidamos com o problema da sobreposição de imagens que pode nos enganar na hora de analisar uma radiografia. O famoso Clark que da nome à técnica percebeu que bastava mudar o ângulo horizontal da incidência do raio X para que as estruturas escondidas pela sobreposição “se movessem” e aparecessem. Entenda à seguir. 

Usando conceitos da Astronomia como a Paralaxe, Clark resolveu um problema de forma extremamente simples. Esse conceito é básico para cirurgiões dentistas já acostumados com o dia a dia da clínica, mas pode ser de difícil compreensão para o acadêmico de Odontologia, no início. Com esta imagem ilustrativa desse artigo fica muito fácil entender o conceito e não se confundir sobre qual conduto seria o palatino ou o vestibular.

Continue reading

Um dentista trancado em um quarto. O que ele faz?

Um dentista trancado em um quarto. Autor desconhecido. Se alguém encontrar o autor, por favor, me avise para eu colocar os créditos. 

Depende, se o dentista for:

  • Um ortodontista vai tentar expandir o batente da porta e sair em 10 anos.
  • Um protesista fará uma impressão do buraco de fechadura e mandar o molde pro protético fazer uma chave.
  • Um endodontista irá girar um fio na fechadura.
  • Um odontopediatra vai falar com a porta, e pedir até que ela se abra.
  • Um periodontista irá observar a porta a cada 6 meses na esperança de que ela abra.
  • Um especialista em DTM irá examinar a dobradiça da porta, passar óleo e rezar pra abrir…
  • Um especialista em pacientes especiais irá defender que a porta não abre porque ela é especial.
  • Um especialista em dentística ira facetar a porta após um clareamento, pra nada.
  • Um especialista em odontologia legal irá analisar a natureza da madeira da porta
  • Um radiologista irá fazer uma panorâmica para ver o que tem do outro lado para ver ser compensa sair do quarto ou não
  • Um implantodontista irá instalar uma nova fechadura, mas não sabe o que tem atrás da porta, nem no meio.
  • O patologista pega um pedaço da porta e vai procurar a interação das proteínas PC-33y e PC-3987u sob interação com uma série de marcadores imunohistoquímicos. cria uma linha de pesquisa, forma uma galera de mestres, doutores e phds, e depois de alguns anos conclui e publica numa revista A1 internacional que a porta é de madeira e pode ser derrubada com uma lapada só.
  • A Odonto Social recorrerá a lei da Odontologia número 8080, mas devido a burocracia e a demora dos tramites do governo permanecera presa no quarto discutindo com seus pensamentos os problemas da humanidade X odontologia
  • E por fim, o clínico geral pulará a janela, antes do Buco Maxilo chegar e derrubar a porta.

** Autor desconhecido**

Um Abraço,

Equipe Dicas Odonto

Modulação Hormonal em Odontologia?

É preciso muita calma para analisar um assunto super importante que vem surgindo em grupos de Facebook e What´s App. Vamos tentar deixar a emoção de lado e pensar racionalmente. As discussões são calorosas, polarizadas e apaixonadas onde um lado defende com unhas e dentes (apesar de não gostar mais tanto de dentes) o “direito” do cirurgião dentista de atuar na modulação hormonal, enquanto que o outro lado condena veementemente essa atuação. Até onde queremos chegar? Quais os riscos para os pacientes? Vamos discorrer sobre esse assunto atual e cabeludo. 

Propaganda veiculada em rede social por cirurgião dentista

Continue reading

Ajude a Pri – Campanha


Olá meu amigo ou amiga. Leia a história a seguir e ajude a Pri. Só de compartilhar esta postagem até final de outubro de 2017 você já está ajudando. Conto com você. 

Enviado ao Dicas Odonto pelas dentistas amigas da Priscila Lorenzeto:

“Priscila Lorenzeto se formou em Odontologia em dezembro de 2016. Em janeiro de 2017, a caminho do CRO, onde ia dar entrada em seu registro profissional, sofreu um grave acidente de moto. Após meses na UTI, ela agora está em casa. Seu estado de saúde requer inúmeros cuidados por estar em coma persistente. Ela necessita de acompanhamento de vários profissionais. Deviso aos grandes gastos, a família precisa de ajuda. Por isso, a turma Odonto XXVIII da UNIG (Universidade Iguaçu), Campus V em Itaperuna, no Rio de Janeiro,  se uniu a fim de arrecadar fundos para ajudá-los.”

VAKINHA ONLINE – AJUDE A PRI

Você pode ajudar compartilhando esta postagem ou clicando no link da vaquinha online (acima ou na imagem do artigo) e doando qualquer valor para a família. 

Muito Obrigado

Equipe Dicas Odonto

Projeto de Lei pretende alterar prerrogativas do Cirurgião Dentista – Radiologia


O projeto de lei 3661/12 – LEIA AQUI – de autoria do senador Paulo Paim do PT está sendo apreciado pela Câmara dos Deputados. Ele estabelece um novo marco regulatório para Técnicos e Tecnólogos em Radiologia e ao mesmo tempo fere prerrogativas do Cirurgião Dentista e do Técnico em Saúde Bucal. Entenda a seguir.

Aproveite e assine e o ABAIXO ASSINADO CONTRA O PL 3661/12 AQUI

A radiografia odontológica é um dos exames complementares mais utilizados pelo cirurgião dentista. Desde os primórdios da faculdade aprendemos a lidar com filmes radiográficos, revelação, radiação, aparelhos de raio X, cuidados, proteção dos pacientes e profissionais. Para diagnóstico de problemas ósseos na boca, lesões de cárie que não são visíveis clinicamente, fases do tratamento de canal, erupção dentária, decisão sobre extrair ou não um dente, entre muitos outros. Qualquer dentista está apto a realizar tomadas de exames de imagem. Sempre foi assim. Aquelas as quais o maquinário é muito caro para se ter no consultório são tiradas em centros radiológicos, para onde encaminhamos nossos pacientes.  

Continue reading

Harmonização facial, preenchimento, médicos e dentistas


Uma triste notícia está sendo usada como munição por algumas pessoas para atingir seus objetivos em relação a procedimentos estéticos faciais realizados por cirurgiões dentistas. Um conselho regional e alguns profissionais de saúde vêm usando uma tragédia para fazer campanha contra uma resolução do CFO de 2016 que permite ao cirurgião dentista atuar na face utilizando toxina botulínica e preenchedores faciais.  

A empresária Graziela Cavalli, 38 anos, sofreu um Acidente Vascular Isquêmico e faleceu alguns dias depois de realizar um procedimento de preenchimento labial com ácido hialurônico realizado por um cirurgião dentista. A triste notícia se espalhou pelas mídias sociais, grupos de Facebook , Whatsapp e foi se modificando como aquela antiga brincadeira popular do telefone sem fio. No Instagram, alguns médicos condenaram o dentista levando a crer que o procedimento estético foi o responsável direto pelo AVC da empresária, justamente para novamente levantar a bandeira de que apenas médicos estão aptos a realizar este tipo de procedimento.

Por um lado, não se pode afirmar a relação direta entre o preenchimento labial e o AVC sem um laudo definitivo que ainda não apareceu e nem sei se vai aparecer. A história chegou a pessoas diferentes de maneiras diferentes. Alguns falam que o material utilizado pelo dentista não foi ácido hialorônico e sim hidrogel. Outros falam que o preenchimento foi feito também na glabela (região do início do nariz entre as sobrancelhas logo abaixo da testa), local que tem uma maior chance de complicações. Outros afirmam que a substância foi injetada em uma artéria e isso poderia ter causado um AVC. São todas suposições baseadas em achismos e fatos desencontrados. Será que é assim que esse pessoal realiza seus diagnósticos?

Por outro lado, na minha singela opinião (os colegas dentistas podem até ficar irritados comigo aqui) eu acho que está havendo um exagero tremendo nessa nova área de atuação da harmonização facial. Os dentistas deveriam se ater ao terço facial inferior, do nariz para baixo, sempre como complementação aos tratamentos dentários realizados. A divulgação esdrúxula de procedimentos via redes sociais, a notícia de que um convênio odontológico vai começar a oferecer Botox, dentista que largou de tratar dente e gengiva e só realiza botox, bichectomia e preenchimentos, mil cursos de final de semana que nem sempre são suficientes para capacitar um profissional a realizar esses novos procedimentos.

Uma especialização deveria ser obrigatória. Aí só teriam acesso às substâncias os profissionais inscritos e registrados no Conselho Federal com este curso finalizado. Algo que acontece, por exemplo, com as solicitações aos Bancos de Ossos – apenas especialistas em Periodontia, Implantodontia e em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilo facial podem fazer esta solicitação e a sua utilização. Virou bagunça e tem gente queimando o filme da profissão. Eu entendo a indignação dos médicos. Do mesmo jeito que vimos um bando de dentistas se indignando na Internet porque o agora enfermeiros foram liberados para utilizar o Laser em pacientes com mucosites. Tem muita gente pensando em reserva de mercado e não nos pacientes.

Ainda somos um país com muitos desdentados, sofremos com perdas dentais precoces, com periodontites e com tantos males na saúde bucal. Talvez o problema esteja muito mais aprofundado, porque somos também um país que sofre com excesso de dentistas pela abertura desenfreada de faculdades e muitos podem ter enxergado na harmonização facial uma maneira de se diferenciar da concorrência esmagadora. Não estou aqui para julgar ninguém. Apenas alertando que não se pode usar uma tragédia para forçar a barra de uma situação que já está em pé de guerra e que é preciso prudência na hora de atuar e fazer o marketing da Harmonização facial.

Cabe agora também ao CFO – Conselho Federal de Odontologia – dar uma repensada sobre uma maior fiscalização sobre essa sua resolução porque a situação só tende a piorar. 

Veja aqui a Opinião das ODONTODIVAS sobre o assunto

Um Abraço

Luiz Rodolfo 

Equipe Dicas Odonto

Tabletes dentais para escovar os dentes

Como profissional da área da saúde, sou extremamente cético em relação a novos produtos que aparecem no mercado. Já discutimos bastante aqui no blog sobre o uso indiscriminado de substitutos para as pastas de dente que encontramos no mercado e pessoas que utilizam bicarbonato de sódio, cúrcuma, carvão ativado ou outras “mandingas” para obter clareamento dental de forma “caseira”. Nossa preocupação, como dentistas, é com uso desses produtos abrasivos em longo prazo e com a falta de flúor na escovação. E aí? Eu devo substituir a pasta de dentes pelos tabletes dentais?

Alguns ingredientes dos Tabletes. “Esfoliante” – O dente não é como a pele que se beneficia da esfoliação.

Continue reading

Tomografia Computadorizada para diagnosticar fraturas dentais

A tomografia computadorizada tem se consolidado como exame de extrema importância antes do cirurgião dentista realizar planejamentos reabilitadores com implantes dentários. Outro uso muito comum desse exame é na hora de diagnosticar fraturas dentais, reabsorções ou perfurações. Muitas vezes escondidas e difíceis de ver em uma radiografia periapical, as tomografias podem ser o exame que vai definir o futuro do dente em questão. 

Continue reading

Por que o implante dentário pode não dar certo?


É possível que você já tenha ouvido por aí que o implante foi “rejeitado” ou que houve “rejeição” do parafuso do implante. Nada disso. O nosso corpo não rejeita o titânio. Quando perdemos um implante a osseointegração – formação óssea intrincada com as espiras do implante – não acontece e o parafuso fica amolecido, sem fixação. Nestes casos, temos a falha do tratamento de implantes. Por que isso acontece?

Continue reading